Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Imagem espontânea (46) – Uma questão de perspectiva!

Não estou satisfeito com a frequência com que tenho publicado nos últimos tempos, mas tenho que confessar que não tenho conseguido gerir a minha vida da melhor maneira. Apesar de escrever muito (novidades em breve sobre isso...), não tenho sabido conciliar essa capacidade criativa com a criação de textos para este espaço que me é tão querido. Isso deixa-me verdadeiramente frustrado porque este é um lugar que adoro e no qual partilho histórias desde 2011. Vou esforçar-me para ter um final de ano mais activo e para começar 2018 com muito mais palavras. Quero partilhar mais recordações com vocês! É com esse objectivo que vou deixar algumas das imagens que marcaram os mais recentes dias em Londres. As fotografias foram tiradas do meu Instagram, podem seguir a minha conta para ficarem a par das mais recentes novidades.

eye.jpg

1 - Uma foto ao London Eye com o Big Ben (em remodelações) como pano de fundo. O The Queen's Walk é um lugar entusiasmante para passear, é um espaço sempre cheio de vida e emoção. Pelo meio, dá para aproveitar e tirar algumas fotos inesquecíveis.

gerkin.jpg

2 - Londres é uma cidade feita de camadas, pois consegues encontrar mil e uma prespectivas de um só lugar. Basta olhares num ângulo diferente. Num dos meus passeios mais recentes pela City, não resisti a captar o imponente Gherkin, um dos arranha-céus mais conhecidos em Londres pela sua forma... muito distinta.

museu.jpg

3 - Um dos meus objectivos aqui em Londres é ir aos mais importantes museus da cidade. Confesso, ainda estou longe de alcançar esse objectivo, mas com o tempo vou chegar lá. A melhor coisa é que a maioria é de entrada gratuita, portanto vale mesmo a pena aproveitar! Esta foto foi tirada no dia em que eu fui ao The National Gallery.

tenis.jpg

4 - O frio chegou definitivamente à Inglaterra! É altura de agasalhar com casacos quentes e conotáveis. Mesmo apesar de certos dias serem incomodativos, o Outono trás com ele um certo charme a qualquer lugar. Acaba por acrescentar um carisma diferente a uma cidade misteriosa e enigmática.

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Os sítios obrigatórios para comer em Londres

Enquanto escrevia o meu último post (foi há demasiado tempo, eu sei...), lembrei-me desde logo em falar sobre comida. Com tanta oferta em Londres, é normal ficar perdido em qual são os lugares obrigatórios a visitar. Confesso que mesmo depois de um ano a viver aqui, ainda tenho muitos sítios onde tenho de me ir alimentar. Na verdade, só com o tempo é que é mesmo possível ir a todos os locais que quero! É importante referir que uma coisa que é muito importante de destacar é que os espaço que vou falar são amigos da carteira. Não vou enaltecer nenhum lugar que seja estupidamente caro, até porque eu também nunca lá meti os pés...

1 - Camden Town - Foi a razão por me ter lembrado de fazer este post. É possível comer comida de uma variedade de países que o difícil é escolher onde ir. Há uma grande variedade de escolha e o custo nem sequer é muito elevado, portanto é sempre uma boa oportunidade de elevar a nossa experiência na cultura gastronómica a nível mundial.  Confesso que não me canso de recomendar este sitio às pessoas que vão visitar Londres...

2 - Chinatown - Para quem é fã da cultura asiática, este é O lugar a visitar. É mesmo obrigatório! Bem no centro da cidade, Chinatown é quase como mergulhar naquele que parece ser um mundo à parte de Londres. Repleto de vários restaurantes, é um lugar perfeito para ter uma experiência diferente com uma cozinha completamente dispar aquilo que é o comum a nível europeu.

3 - Pub britânico - Quando se vai visitar ou viver para uma cidade sou apologista que devemos comer comida típica do país e um pub britânico é uma boa solução para isso. É uma boa forma de conhecer um pouco da cultura gastronómica inglesa. Com a quantidade enorme de bares em Londres, é muito fácil encontrar qual te agrada mais. Além disso é uma boa forma de descobrir um pouco da vida noturna londrina...

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Capítulo 7 - Se eu só pudesse ir a um lugar em Londres ia...

Novembro 2016... Londres é uma cidade repleta de lugares especiais, de cantinhos cheios de vida. É tão fácil perdermo-nos nesta montanha-russa de momentos. Não devo surpreender ninguém ao dizer que isso me cativa, este imprevisto do destino em que pouca coisa é possível de prever. Neste momento, os meus olhos percorrem uma rua movimentada e vejo uma inexplicável calma, até mesmo numa cidade intensa é capaz de haver espaço para (alguma) serenidade. 

De facto, há cidades que têm algo especial, uma aura diferente que é tão característica que se sente em cada rua. Um amigo há uns tempos fez-me provavelmente uma das perguntas mais complicadas sobre esta cidade. "Se só pudesses ir a um lugar de Londres qual é que seria?". Confesso que precisei de algum tempo para poder responder à questão. "Provavelmente, Camden Town...", respondi com algumas reticências.

Só passado uns dias é que voltei a pensar na resposta que tinha dado. Acabei a sorrir segundos depois. Para mim, Camden Town acaba por ser o lugar que melhor caracteriza esta cidade britânica. Multi-cultural, multi-social, no fundo um lugar muito especial. No coração londrino é um refúgio que inspira a cada passo que é dado. Visualmente apelativo, é incrível a forma fácil como se mergulha no seu panorama artístico e arquitectónico. 

Provavelmente, o lugar mais conhecido é mesmo o seu mercado, um dos lugares obrigatórios de visitar a quem vem visitar Londres. Um dos lugares mais movimentados, onde há boa comida e lojas fantásticas. Há de tudo e quando digo tudo, digo mesmo TUDO. De certo modo é até algo complicado de classificar ou descrever. É mesmo preciso estar lá, viver por uns minutos toda a intensidade que se vive por todo o lado. 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Imagem espontânea (45) – Passeando por Londres

Hoje vou fazer uma segunda edição do Imagem Espontânea (podem ver a primeira aqui) em Londres, onde vou partilhar mais um pouco dos meus momentos na capital inglesa. Numa cidade onde cada espaço é um verdadeiro tesouro, passo o tempo a descobrir um novo lugar encantador. Para mim, esta é uma cidade verdadeiramente inspiradora. Viver Londres, é talvez das melhores coisas que se pode fazer. Experimentar tudo, aproveitar cada momento. Acabamos sempre mergulhados em momentos inesquecíveis! Já sabem que as fotografias foram tiradas do meu Instagram, caso queiram ver mais algumas imagens podem dar uma espreitadela na minha conta. Deixem-se então seduzir pelos encantos britânicos...

comida.jpg

1. As minhas tentativas de apostar na comida saudável, algo que não é fácil numa primeira experiência fora de casa. Este prato estava simplesmente divinal, adorei! 

flores.jpg

2. Um pequeno pormenor da beleza dos jardins britânicos. É mesmo encantador quando as flores começam a nascer, os parques ganham uma cor tão especial! 

Livros.jpg

3. Durante um passeio pelos canais, deparei-me com este barco-livraria. Adorei a originalidade! Perdi uns bons minutos a espreitar as obras que estavam a ser vendidas... 

regent.jpg

4. Mais um pequeno cantinho do Regent's Park, é incrível como a cada passeio descubro mais um lugar maravilhoso. Cada vez sou mais apaixonado por este sítio!   

shrod.jpg

5. Shoreditch é provavelmente um dos espaços mais multiculturais de Londres. Repleta de arte, uma zona cheia de vida, um local onde tudo pode acontecer!

st james.jpg

6. St. James's Park está bem no centro da cidade, localizado perto do Buckingham Palace. É daqueles locais perfeitos para encher um álbum de fotografias!  

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Capítulo 6 - A pior coisa em Londres...

Novembro de 2016... Desde que comecei a contar a minha aventura em Inglaterra no blogue que apenas tenho abordado as coisas boas que Londres me proporcionou até agora. Mas desenganem-se, esta não é a história de uma cidade perfeita. Não, Londres não é de todo uma cidade perfeita. Longe disso. Claro que como em todos os lugares, a capital britânica tem os seus aspectos negativos. 

Hoje vou falar aquele que mais me atormenta. Provavelmente acho que não vou surpreender ninguém a dizer isto, mas a pior coisa em Londres é... o tempo! A chuva e o frio são uma constante em Londres. Mas isso não foi surpresa nenhuma para mim, eu já estava preparado psicologicamente para um clima adverso. Há muitos anos conhecia a fama do tempo britânico. No entanto, uma coisa é estar preparado, outra bem diferente é viver isso diariamente...

Acordar às 6 da manhã e olhar para a janela e ver que um diluvio me espera lá fora é complicado. Principalmente nos dias de trabalho, esses são os que custam mais. Óbvio que com o tempo consegui habituar-me a isso, mas ainda assim ainda custa passar por aqueles dias cinzentos onde o sol não aparece. Não é uma situação fácil, mas bem há coisas muito piores na vida...

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||