Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Pensamentos descontrolados

Sempre tive pensamentos descontrolados. Vivo num turbilhão de ideias que correm sempre a velocidades estrondosas. Num segundo sou capaz de percorrer o mundo. Deve ser por isso que passo a vida a questionar tudo à minha volta. Mantenho-me um inconformado, reconheço que sou difícil de convencer. Enquanto isso, continuo à procura de respostas que tendem em fugir-me. O desconhecimento leva a que a impaciência e a ansiedade acompanhem-me a cada dia que passa numa constante crueldade. É tão difícil de suportar esta situação! Na verdade, apenas quero que chegue o meu momento, a altura para poder voltar a brilhar.
Risco os dias no calendário com o único desejo que eles passem mais depressa. Lá fora, o mundo corre à velocidade dos meus pensamentos. Isso revoltava-me imenso, pois queria que o mundo caminhasse à velocidade das minhas acções! Sei que isso não passa de um desejo ingénuo, um querer não conseguido. E assim sendo sinto receio das minhas decisões, as dúvidas alastram-se cada vez mais. No fundo, sei que são estas perguntas que nos fazem viver. Estas preocupações mesquinhas que pintam o nosso caminho. Sinceramente, gostava de viver uma vida simples e sem preocupações. Mas não consigo! Já o tentei fazer, mas penso demais! Não consigo esquecer todos os tormentos diários, simplesmente não consigo…

[Ficção]

33 comentários

Comentar post

Pág. 1/4