Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Num passado de indefinições, um presente intermitente em que um futuro ambicioso se avizinha

Um Mar de Recordações

Momento de brilhar

Hoje era dia de um grande concerto, o seu maior desafio da sua ainda curta carreira. Estava mais nervoso do que aquilo que queria admitir, a responsabilidade era imensa. Ia ter a sua maior enchente com um pavilhão repleto de fãs anciosos por se encatar com a sua perfomance intimista. Não podia falhar e desiludir toda aquela gente, aquele era o momento de bilhar ao mais alto nível. Não se podia arriscar a ser apenas uma estrela enfemura perdida no esquecimento popular. Queria fazer uma longa carreira recheada de sucesso e para isso precisava de conquistar aquele publico num espetaculo emocionante comovente e próximo.

Nada podia falhar! Viu-se ao espelho, o seu olhar motivado e focado destacava-se num rosto belo e bem cuidado. Foi chamado instantes depois, dirigiu-se rapidamente para o palco. No caminho recebia várias palavras de incentivo da sua equipa. Por mais confiante que estivesse não podia esperar a reacção que teve. Mal apareceu no palco foi brindado pelo um coro de aplausos ensurcedor. A sensação foi arrebatadora! O pavilhão cheio a aclamá-lo foi uma adrenalina incrivel, aquele era o incentivo que precisava para tornar aquela uma noite memoravel.

A música começou lentamente, mas só quando ouviu os primeiros acordes é que começou a cantar. A sua voz perfeita hipnotizava toda a gente num silêncio que o arrepiou. Tinha agarrado o público nas primeiras notas. Enquanto cantava, via pessoas na primeira fila a emocionarem-se com a letra da sua canção. Terminou-a brindado com uma entusiastiva ovação. Naquela altura, finalmente, entendeu que nunca esteve sozinho. Tinha aquele amor incondicional dos seus fãs e naquela noite entendeu que isso era o que mais importava para ele.

[Ficção]

26 comentários

Comentar post

Pág. 1/3