Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

11 de Setembro: a marca do terror

11 de Setembro de 2001. Esta é a data que vai ficar para sempre marcada na história universal, será lembrada como a marca da morte. Um dia negro, um dia de ódio e carnificina. Para quem viu aquelas imagens, é impossível de esquecê-las. Foi um dia que mudou o mundo. A marca de terror pressente nelas é inesquecível. Contas feitas, mais de três mil pessoas morreram nesse ataque, a sua grande maioria civis…

E para quê? Apenas e só para marcar uma posição. É assim tão complicado de perceber que em todo o lado nos deparamos com inocentes que nada tem a ver com os políticos que os representam. É perturbador como alguém consegue criar todo este horror, é necessária muita loucura para um acto tão desumano. É impossível tolerar tamanha destruição. A verdade é que demasiado injusto a quantidade de vidas humanas que ficaram enterradas naqueles escombros de forma tão displicente. É assustador como é possível chegar tão longe.

Agora todos os livros de história terão esta mancha, de forma a recordar o sangue inocente que foi derramado. O dia 11 de Setembro vai ficar para sempre marcado nas nossas memórias como o maior atentado da história, mas desenganem-se os que pensam que foi apenas isso que observamos. Isto foi sim uma das maiores brutalidades contra a raça humana!

Infelizmente continua a haver demasiadas famílias a viver ao sabor destas dolorosas guerras de poder… Por isso, é importante termos memória e nunca esquecer esta data, pela morte de vários inocentes, mas também para entender que irá sempre aparecer alguém com o desejo de acabar com a tranquilidade e segurança de pessoas indefesas. 

 

 

 

Segue-me também em:

           

 

69 comentários

Comentar post

Pág. 1/7