Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Num passado de indefinições, um presente intermitente em que um futuro ambicioso se avizinha

Um Mar de Recordações

2014: Uma retrospectiva de um ano inesquecível

Inesquecível! Não há melhor forma de descrever este ano de 2014 no meu ponto de vista. Foi algo de extraordinário que deixou memórias fabulosas que não vão ser esquecidas. Doze meses de enorme intensidade e amplamente bem vividos. De facto, houve muito poucos aspectos negativos a reter neste ano, mas sei que com esforço e dedicação eles serão ultrapassados. O importante mesmo é manter sempre o pensamento positivo!

Inevitavelmente, a publicação meu livro de estreia – A Analogia da Morte – foi um dos grandes momentos do meu ano. A conclusão de um trabalho de muitas horas, repletas de esforço e dedicação. De facto, a concretização desse sonho vai ficar para sempre marcada na minha memória, é daquelas alturas em que vemos o nosso trabalho dar os seus frutos. A apresentação da obra foi assim o início de um percurso que espero que seja longo e próspero.

Para este sucesso é importante enfatizar a vossa importância em todo este processo, o vosso apoio foi o combustível perfeito para continuar a trabalhar. Confesso que quando vos anunciei a notícia fiquei altamente sensibilizado com as inúmeras publicações que fizeram a dar a conhecer este meu novo projecto. Foi tão bom contar com o apoio incrível que vocês têm dado neste últimos meses. Vocês tornaram este ano ainda mais especial.

O livro foi apenas uma das bonitas páginas deste 2014, consegui desafiar-me a lutar por objectivos que aparentemente pareciam complicados de atingir. Um deles foi ter completado duas meias-maratonas, uma em Março e outra em Outubro. Foi necessário muito espírito de sacrifício ao longo dos treinos para conquistar esse obstáculo, mas isso ajudou-me imenso. Foi mais uma demonstração de que nunca devemos desistir e só parar quando chegámos à meta. Esse foi um dos melhores ensinamentos que retirei das minhas correrias diárias.   

Acho que aproveitei ao máximo estes 365 dias, estabeleci prioridades e consegui obter os resultados que desejava. Consegui “esticar” ao máximo os dias, fazer cada vez mais. Ler, ver séries e filmes, fotografar ou viajar. Fiz um pouco de tudo e isso deixou-me extremamente feliz e realizado. Só espero que 2015 seja um ano tão bom como este 2014. Que bom foi vivê-lo!

  Imagem retirada de: http://blogs.camdenliving.com/

Desejo a todos os meus seguidores, leitores e visitantes um ano de 2015 em cheio, que todos os vossos sonhos e objectivos se concretizem!

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

73 comentários

Comentar post

Pág. 1/8