Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Páginas Folheadas (8) – No mundo da fantasia

Reparei que faz algum tempo que não fazia alguma recomendação literária, esta rubrica andou um pouco parada o que não me agrada nada. Assim sendo e para compensar esta grave falha, o mês de Abril vai ter muitas sugestões no que diz respeito a livros. Não escondo a ninguém que é uma das áreas que mais me fascina, portanto parece-me mais do que justo mostrar essa paixão por aqui. Vamos então dar um pontapé de saída com um dos géneros que mais gosto de ler – a fantasia. Confesso que sou um apaixonado por esse tipo de livros, grande parte da minha adolescência foi passada a ler este tipo de obras. Vou então deixar algumas das minhas leituras preferidas, todas elas fazem parte de trilogias. Espero que gostem destas escolhas!

- Senhor dos Anéis: Uma trilogia de livros escrita pelo escritor britânico J. R. R. Tolkien, publicado entre 1954 e 1955. Uma aventura extraordinária pela Terra-Média, no qual Frodo e companhia partem na demanda pela destruição do anel. É bastante saboroso desfrutar desta viagem contada através das pinceladas do génio que é Tolkien. As descrições ao longo da obra são simplesmente brilhantes!

- Joias Negras: Da autoria da Anne Bishop, os livros publicados entre 1998 e 2000, é-nos um registo extraordinário num mundo extremamente detalhado. O que me fascina nesta obra é todas as questões morais e sociais que são levantadas ao longo das páginas. Uma fantástica demonstração de uma abordagem forte do que é a luta pelo poder. Uma trilogia que cativa da primeira à última página.  

- Senhores da Guerra: Publicado entre 1995 e 1997, é uma trilogia de livros escrita por Bernard Cornwell sobre a lenda do Rei Artur. Para quem é fã sobre esta lenda, é mesmo uma leitura obrigatória. É feito um relato completamente díspar daquilo que estamos habituados na ficção arturiana. Destaque especial para toda a estratégia bélica existente nestas obras, algo que me deixou bastante agradado.

 

Gostam de livros de fantasia? Qual é o vosso género literário favorito?

 

A minha página de autor está quase a chegar aos dois mil gostos graças à vossa ajuda incrível em apoiar este meu sonho, o que vos peço é mais um esforço para chegar a este patamar. Posso contar com a vossa ajuda? É algo muito simples e ajuda imenso na divulgação! Segue-me também no:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Questões inevitáveis (36) – “Drogas leves”

Recentemente Paula Teixeira da Cruz, ministra da Justiça voltou a abrir uma discussão que nos últimos tempos tem levantado alguma polémica. Em entrevista à TSF, a ministra defendeu a legalização da venda de “drogas leves” em Portugal e a sua venda nas farmácias. "É para que não haja criminalidade altamente organizada e branqueamento de capitais nessa matéria", afirmou, reformando que representa não um ganho para o Estado, mas sobretudo para os cidadãos, porque não alimenta um negócio "profundamente rentável". 

Por "drogas leves" define-se substâncias consideradas menos perigosas e com consequências menos sérias em termos de dependência física, como é o caso da cannabis por exemplo. Segundo dados de 2013, tem havido um aumento gradual no consumo de drogas. De acordo com o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência, o consumo de heroína continua em declínio na Europa, mas as drogas de substituição, muitas produzidas no território europeu estão a crescer! 

As novas substâncias - opiáceas e alucinogénias -, permitem que se produzam mais doses com a mesma quantidade e a um preço mais acessível. Para além disso, a distribuição também está mais criativa. As drogas chegam aos consumidores em mão, pela internet ou mesmo através de lojas especializadas. A liberalização de “drogas leves” contém diversas problemáticas. Talvez a mais pertinente seja se ao legalizar este produto, não se está indirectamente a aliciar a sociedade a experimentar/consumir… 

Concordas com a legalização das drogas leves? Quais seriam os benefícios e malefícios dessa decisão?

 

Segue-me em: 

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Pág. 2/2