Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Sala de Cinema (42) – Deadpool

Deadpool chegou na passada quinta-feira  às salas nacionais, um filme que tem recebido uma aclamação crítica mundial. Dirigido pelo director Tim Miller, podemos assistir à transformação de Wade Wilson em Deadpool e ao seu desejo de vingança em relação ao homem que o transformou. O actor Ryan Reynolds regressa ao papel do mercenário tagarela depois de uma breve participação no filme 'X-Men Origens: Wolverine' de 2009. O filme é baseado na provadora personagem da Marvel criada em 1991 pela dupla Rob Liefield e Fabian Niciesa.

A premissa do filme gira à volta da origem dos poderes de regeneração e das deformações de Wilson, na tentativa de curar o seu cancro terminal. Wade Wilson acaba por conseguir vencer a doença através das experiências do vilão Ajax, mas o custo é demasiado grande. É assim que nasce Deadpool e a sua jornada de vingança começa! Este anti-herói é uma personagem contagiante que cativa o público com uma facilidade enorme, o mercenário tagarela teve a capacidade de agarrar a audiência logo na primeira cena. De facto, o director Tim Miller teve a capacidade de encontrar o tom certo, onde é impossível não soltar uma gargalhada durante o filme! 

Atrevo-me a dizer que Deadpool mudou por completo o espectro do género de filmes de super-heróis. A partir de agora vai haver um antes e depois de Deadpool, pois esta longa-metragem é muito especial. Com 135 milhões de dólares em apenas três dias de exibição (um recorde num filme para maiores de 18 anos), estão abertas as portas para que os estúdios sejam cada vez mais audazes nas suas apostas... 

 

Ficaste curioso/a? Vê a minha opinião completa neste vídeo:

 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

À procura do seu paraíso

Naquele dia tinha-se desafiado a escalar uma montanha que tinha fama na região de ter uma vista magnífica. Era aventureiro, não conseguia dizer não a uma ideia que punha na cabeça. Era um jovem atlético com um corpo preparado para qualquer esforço físico. Não teve grandes problemas até chegar ao cume da montanha, mesmo que tivesse acabado completamente exausto e ofegante. Deitou-se em cima da relva e descansou por longos minutos. O dia estava ventoso, mas agradável. Perfeito para aquele tipo de desafios e maravilhoso para descansar um pouco. Não restou muito tempo até adormecer.

Só acordou vários minutos depois, espreguiçou-se demoradamente. Aquele era mesmo um local magnífico, mas quando olhou pela primeira vez para o horizonte não conseguiu suster um longo suspiro de frustração. Tinha escalado cerca de duas horas esperando encontrar uma visão de cortar a respiração, mas o melhor que tinha feito é ter aproveitado aquele local para uma sesta. Não conseguia deixar de se sentir desapontado consigo próprio.

Aquela paisagem, por vezes, era comparada a uma visão do paraíso, mas não era aquilo que precisava naquele momento. Aquele não era o seu local não passava de um sítio desconhecido e belo, aquela visão apenas simbolizava isso. Apenas via uma vista extremamente bonita, mas que pecava por faltar a companhia certa para tornar esse local num verdadeiro paraíso. Na sua percepção, se alguém diz que existe um paraíso, não o afirma por ser belo, mas por ser especial. Basta a companhia certa, algumas palavras, um sentimento, para tornarem qualquer banalidade num paraíso. Por enquanto, teria que continuar a procurar esse momento…

425738-paisagem.jpg

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

A amar-te desde 2010

Uma vez escrevi que o amor não tem datas, é um sentimento que ultrapassa essas banalidades. O amor é para ser vivido e preservado diariamente de uma forma tão única e intensa. É algo tão singular, não se procura, pois simplesmente aparece de forma arrebatadora inesperada. Assim foi em 2010 e continua a sê-lo hoje. É impressionante como o tempo correu num suspiro, sinal de que foi vivido a cem por cento como sempre deve ser. Sinto que este ano vai ser rico de bons momentos, ter o teu apoio e companhia constante torna os dias ainda mais inesquecíveis. Não há formulas mágicas, não há segredos, nem há atalhos. Existe apenas um sentimento sincero e genuíno que todos os dias me faz apaixonar pela mesma mulher. Que me faz apaixonar por ti meu amor. 

 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||