Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Num passado de indefinições, um presente intermitente em que um futuro ambicioso se avizinha

Um Mar de Recordações

Capítulo 3 - Socorro! Todas as ruas são iguais!

Meados de Setembro de 2016... A arquitectura de Londres é sobejamente elogiada por todo o mundo pela sua personalidade muito própria. As casas contam a história de uma cidade rica em cultura e tradição. Faz parte do quotidiano dos londrinos observarem habitações centenárias! Naturalmente, isso é algo que maravilha por completo os turistas que por aqui passam diariamente. Mas é fácil a adaptação para quem começa a viver num dos lugares mais emblemáticos na Europa?  

Não é de todo! Na verdade, é um verdadeiro pesadelo! As ruas são muito parecidas,  as diferenças são mesmo mínimas. É fácil perdermo-nos num labirinto de casas todas iguais. De facto, tudo é muito parecido o que torna complicado os primeiros dias. A sensação de estarmos constantemente perdidos nunca nos larga. No fundo, é começar do zero, descobrir onde estão as pequenas coisas.
Assim, os últimos dias de Setembro foram para conhecer os lugares que mais precisava, além de também ter aproveitado para passear (mais sobre isso no próximo post!). Perdi-me um sem número de vezes, mas valeu a pena. É verdade que com o tempo a sensação de andar sempre desnorteado torna-se mais rara, mas ainda  assim é bastante fácil virar na rua errada. Sinceramente, ainda hoje, continuo nesta longa aventura de conhecer um pouco mais desta fantástica cidade, de encontrar novos lugares neste labirinto que é Londres. No fundo, completar um nova peça neste enorme puzzle.

IMG_20170324_173356.jpg

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Sala de Cinema (44) - Logan

O aguardado Logan chegou finalmente às salas de cinema! Esta longa-metragem marca a última aparição de  Hugh Jackman no papel do emblemático Wolverine. O filme dirigido por James Mangold é fortemente inspirado no enredo de Old Man Logan, uma história de Mark Millar publicada em 2008. Parece que esta é mesmo a despedida perfeita do carismático X-Men!

Já o enredo da história deste filme decorre em 2024 com uma população mutante que diminuiu significativamente e sem os X-Men. Logan, cujo o poder de cura está a diminuir, entregou-se ao álcool e agora ganha a vida como motorista de uma limusina. Ele também cuida de um doente e idoso Professor X, que mantém escondido. Mas as tentativas de Logan de afastar-se do mundo são interrompidas com a chegada de uma jovem mutante, perseguida por forças sombrias…

Desde do início que percebemos que este é um filme com um tom mais negro, longe do mundo esperançoso habitual dos X-Men. Na verdade, Logan passa-se numa realidade distópica, no qual Wolverine vive amargurado, numa prisão constante. É extremamente interessante vermos o lado mais vulnerável deste super-herói que foi durante anos apelidado de imortal.

 

Ficaste curioso/a? Vê a minha opinião completa neste vídeo:

 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||