Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Capítulo 6 - A pior coisa em Londres...

Novembro de 2016... Desde que comecei a contar a minha aventura em Inglaterra no blogue que apenas tenho abordado as coisas boas que Londres me proporcionou até agora. Mas desenganem-se, esta não é a história de uma cidade perfeita. Não, Londres não é de todo uma cidade perfeita. Longe disso. Claro que como em todos os lugares, a capital britânica tem os seus aspectos negativos. 

Hoje vou falar aquele que mais me atormenta. Provavelmente acho que não vou surpreender ninguém a dizer isto, mas a pior coisa em Londres é... o tempo! A chuva e o frio são uma constante em Londres. Mas isso não foi surpresa nenhuma para mim, eu já estava preparado psicologicamente para um clima adverso. Há muitos anos conhecia a fama do tempo britânico. No entanto, uma coisa é estar preparado, outra bem diferente é viver isso diariamente...

Acordar às 6 da manhã e olhar para a janela e ver que um diluvio me espera lá fora é complicado. Principalmente nos dias de trabalho, esses são os que custam mais. Óbvio que com o tempo consegui habituar-me a isso, mas ainda assim ainda custa passar por aqueles dias cinzentos onde o sol não aparece. Não é uma situação fácil, mas bem há coisas muito piores na vida...

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Capítulo 5 - Um passeio muito especial...

10 de Outubro de 2016... Sempre li muitos livros, confesso que a minha infância foi mergulhada em muitas palavras. E muitas vezes o enredo dessas obras passava-se em Londres. Assim sendo, percorri as ruas londrinas na minha imaginação desde cedo, sonhando como seria fazê-lo na realidade. Não consigo explicar a razão, mas há algo de mágico nesta cidade que sempre me cativou...

Desde que cheguei que aproveitei todas as oportunidades que tinha para explorar um pouco mais de Londres. Hoje vou contar-vos sobre um passeio que me marcou imenso. Quando apanhei o autocarro número 38 até Victoria sabia que aquele ia ter um dia especial. As expectativas eram mais que muitas e nem mesmo o tempo enublado me tiravam o sorriso da cara.

A minha manhã começou no emblemático Palácio de Buckingham, um local que tantas vezes percorri na minha imaginação. Estar ali tão perto foi uma experiência inacreditável. Sentir toda a história daquela zona é indescritível. Foi um sonho tornado realidade. Era capaz de passar umas boas horas a analisar cada detalhe daquele espaço.

A minha viagem prosseguiu, pouco depois, até ao St. James’s Park, um dos espaços verdes mais bonitos da capital britânica. Foi aí que recebi o surpreendente abraço do esquilo! Acho que foi a forma que a cidade “decidiu” de me dar boas-vindas.

Depois de comer o almoço dirigi-me até à última paragem desse dia, talvez o monumento mais mediático de Londres – o Big Ben. Quando o vi, o meu coração acelerou. Provavelmente, este era um dos locais que mais queria ver, mesmo apesar deste ser o local mais cliché de visitar. Foi o momento perfeito para encher o telemóvel com fotografias.

Resumidamente, este foi um capítulo de mais um dia inesquecível que vai perdurar na minha memória! Um dia mágico!

big ben.png

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||