Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Sala de cinema (1) – O Discurso do Rei

Hoje trago-vos a estreia de uma nova rubrica no blogue: a Sala de Cinema. O intuito desta iniciativa prende-se com a mundialização que o cinema tem sido alvo, sendo rara a pessoa que diz que não gosta de ver um filme. Nesse sentido, este espaço vai servir para eu colocar alguns dos filmes que mais gosto e os que mais desejo ver.

 

E o vencedor é… o Discurso do Rei! Foi assim a 83.ª edição dos Óscares que coroou este filme britânico com quatro estatuetas em doze possíveis. O filme dirigido por Tom Hooper (que também arrecadou um Óscar) foi na madrugada de 28 de Fevereiro eleito o melhor filme do ano de 2010 e na publicação de estreia da ‘Sala de Cinema’ é lhe atribuído o (merecido) destaque pelo feito. A película, que contém várias citações reais, conta a história do Rei George VI e dos seus problemas na fala. O rei inglês deve superar a sua gaguez e fazer um discurso a toda nação para unir seu povo e inspirá-los na batalha (II Guerra Mundial). A sua componente visual, a actuação e a respectiva direcção tornam o Discurso do Rei um dos melhores filmes dos últimos tempos. Deixo-vos com o trailer daquele que foi o grande vencedor da noite de Los Angeles:

 

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

41 comentários

Comentar post

Pág. 1/2