Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Num passado de indefinições, um presente intermitente em que um futuro ambicioso se avizinha

Um Mar de Recordações

Preâmbulos de um coração apaixonado

Amor que harmoniosa palavra, apesar de curta tem implícito um sentimento tão distinto. Um vocábulo tão vulgar para uns, mas que na verdade é muito raro de ser sentido. As letras não ajudam a descrevê-lo, as épocas não ajudam a marcá-lo, sente-se apenas. No fundo, o amor dispõe de uma inexplicável simplicidade numa afecção complexa.

As datas são dispensáveis! O sentimento, isso sim, é o que verdadeiramente importa. É por isso que hoje escrevo para ti, meu Amor! Para ti, apenas e só para ti! Para aquela que sempre cá está, mesmo não estando. Por todos os momentos que passamos juntos, por todas as vitórias e pelos obstáculos ultrapassados. Como é maravilhoso estar a teu lado, meu Amor!

Quando te olho sinto que sou capaz de lutar contra tudo, sou capaz de ultrapassar todos os obstáculos. Os meus olhos brilham quando se encontram com os teus, sentem-se agradecidos por te poderem ver. Sente-se preenchidos e tocados pela felicidade. Ai, como é bom o longo sabor do amor!

A cada toque vejo a tua compressão, uma expressão, um olhar e tu sorris e compreendes, como se tudo o resto fosse tão evidente. Pára! Deixa-me ver-te mais uma vez e sentir mais um instante de pleno orgulho e satisfação por ti. A exultação percorre dentro de mim, alimento-me dela, olho para ti e sorriu. Como eu te amo, meu Amor!

Estar perto de ti faz com que tudo desapareça, ficamos sozinhos, apenas tu e eu. O número suficiente para a felicidade, para a explosão do amor, para o doce ardor que no fundo é este sentimento. Tudo faz sentido, tudo torna-se especial e inesquecível.   

Sabes, ainda me lembro da primeira vez que te olhei, ainda me recordo das doces volúpias em que nos entregamos e partilha-mos. Sabe tão bem ter estas recordações, Amor! Como se nada tivesse um fim, como se tudo fosse perfeito. Ai, como é bom o longo sabor do amor!

 

72 comentários

Comentar post

Pág. 1/4