Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

O amor não tem data

Hoje é um dia especial. Hoje é o nosso dia, minha paixão. Mais um momento que marca a nossa união, num sentimento que aumenta a cada dia que passa. Parece que foi ontem que nos conhecemos! Continua a estar tão fresco na minha memória. Não me esqueço do teu primeiro sorriso, do teu olhar, do teu toque, da tua voz e das tuas palavras doces. Ainda te consegues lembrar?

Eu não esqueci nada daquele instante só nosso e a partir daí tornaste-te o meu mundo! Ensinaste-me a amar. Não sabia então o que era o verdadeiro amor, mas acabei por aperceber-me que era aquele nervoso miudinho, aquele olhar tímido que cruzámos. Um momento simplesmente perfeito. Sabes que qualquer lugar pode tornar-se inesquecível, basta vivê-lo. Bem, aquele foi e sempre será meu amor.

És tudo aquilo que sonhei, tudo aquilo que sempre desejei e quis. Esperei anos para te encontrar, mas cada segundo valeu a pena! O sorriso nas nossas caras quando nos vemos é insubstituível. As promessas que fizemos um ao outro olhos nos olhos, não são apenas recordações, são projectos em andamento. Contigo sei que irei realizá-los todos, tenho a certeza minha paixão. Crescemos juntos, num mar de vivências e sonhos minha acompanhante de (e para a) vida.

Este é mais um dia que passo na tua companhia, podiam ser menos, também podiam ser muitos mais. O que importa é hoje estarmos lado a lado, felizes e apaixonados. Até porque a verdade é que o amor não tem data, não tem dia nem momento para acontecer. É algo natural, talvez até a coisa mais natural no mundo. Quem nunca se apaixonou? Eu apaixonei-me por ti, talvez nas condições mais estranhas possíveis, mas não me arrependo de tê-lo feito.  

É estranho, sabes? Mas acho que existe uma pequena dose de dor no amor. Dói em forma de saudades, quando sentimos falta de alguém. E por ti senti imensas, mas agora só penso em aproveitar cada minuto que passo junto contigo, minha confidente de vitórias e derrotas. Amo-te cada vez mais! E sei com este sentimento somos capazes de vencer e ultrapassar todas as barreiras. Dizem que o tempo é inimigo do amor, mas desde que estou contigo não concordo minimamente com isso. Não te amo igual à forma que o fazia quando te conheci, amo mais ainda. Continuo a fazê-lo com a mesma paixão como se fosse o primeiro dia. Aliás, sinto que o tempo reforça o nosso sentimento a cada vez nos aproxima mais, porque essa é simplesmente a força do amor.

 

São três anos e ainda agora começamos!



32 comentários

Comentar post

Pág. 1/3