Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Lágrimas de desespero

Tremia, estava completamente em pânico. Não conseguia parar de chorar, soluçando constantemente. Tinha chegado ao seu limite, já não conseguia suportar mais aquela tortura. Não conseguia mais, o desespero tinha tomado conta dela. O lábio cortado destacava-se na sua face, mas não afasta a atenção do grande número de nódoas negras por todo o seu corpo. Tinha sido mais um dia na sua miserável vida. As lágrimas continuavam a cair. Trancara-se na WC do quarto, estava aterrorizada. Não queria sofrer mais!

Há muito tempo que já o ouvia ressonar, mas ainda assim não queria arriscar. Estava em pânico que ele voltasse a acordar, isso ia deixa-lo com demasiado mau humor. Só de pensar nisso ficava ainda mais nervosa. Todos tinham os seus fantasmas, o seu marido era o seu. Nem sempre tinha sido assim. Os cinco primeiros anos de casamento tinham sido realmente felizes, mas depois veio despedimento na empresa. Ele nunca aceitou a saída, passava o dia a beber e os problemas começaram a partir daí. Tornou-se num homem violento, a primeira agressão chegou pouco tempo depois.

Deixou de sair de casa, tinha vergonha. Não queria mostrar as marcas evidentes do seu tormento. Vivia numa vida de medo. Continuava a tremer e a soluçar, sentia-se patética por não sair daquela situação.  Parecia presa aquela relação nociva como se não houvesse outras saídas possíveis. Deu um longo suspiro. Olhou para a porta e levantou-se, movendo-se de forma ainda atordoada. O corpo não lhe doía mais, apenas a sua dignidade estava manchada. Ainda sem saber o que fazer, agarrou na maçaneta e abriu a porta.

Como querem que a história continue?
  
pollcode.com free polls 

Se gostas do Um Mar de Recordações, então ajuda a fazê-lo crescer em:

     

68 comentários

Comentar post

Pág. 1/7