Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Num passado de indefinições, um presente intermitente em que um futuro ambicioso se avizinha

Um Mar de Recordações

Meia-Maratona: o maior desafio de 2014

Gosto de me desafiar, pôr-me em avaliação, e assim o fiz ontem. Já tinha falado que uma das grandes metas para 2014 era correr uma Meia-Maratona, pois bem esse objectivo foi cumprido neste domingo. Admito não regulo bem da cabeça! Só mesmo alguém louco para se meter numa corrida deste tipo com 22.º graus em Lisboa! A temperatura era absurdamente alta e tornou mais difícil a chegada à meta, mas o sucesso foi atingido. Passaram-se 21 km de suor e perseverança, mas principalmente de muita luta.

E que saboroso foi ultrapassar a meta, a caracterização de um objectivo destes é uma sensação indescritível, uma avalanche de emoções que valeram os três meses de muito treino. Apesar de ter conseguido um pouco acima daquilo que estava à espera de atingir, mas nada disso quebrou as boas sensações que tive. Foi até onde a velocidade que o meu corpo e o calor permitiram. Agora restam dores no corpo, cicatrizes desta batalha travada. Ainda mais ambicioso já penso em nova Meia-Maratona, provavelmente em Setembro vou atacar mais uma. Por agora vou descansar e recuperar estes músculos cansados, para novos e alucinantes desafios. A vida é feita de metas, ontem aquela era a minha. De facto, não há nada melhor do que lutarmos para ultrapassarmos novos obstáculos.

 

Se gostas do Um Mar de Recordações, então ajuda a fazê-lo crescer em:

     

74 comentários

Comentar post

Pág. 1/8