Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Num passado de indefinições, um presente intermitente em que um futuro ambicioso se avizinha

Um Mar de Recordações

Neva lá fora

Uma estranha manhã traz com ela um sentimento peculiar distinto de todos os outros dias. Um novo desafio ergue-se como um infindável número de obstáculos, um novo caminho desponta em longas e intermináveis dúvidas e perseguições. Estarei preparado para combatê-los? Aumenta uma cruel dúvida sobre as minhas capacidades em garantir que tudo vai correr bem. Estranhamente, neva lá fora. As ruas ficam amontoadas de uma passadeira branca, uma extrema e intensa beleza persegue-me enquanto olho através da janela. Essa perfeição faz com que me recorde de ti, a neve é da cor da tua maravilhosa pele. Lembro-me do teu sorriso e essa sensação dá-me força para continuar, respiro fundo e regresso à minha indecisão. De uma forma enérgica procuro um momento de clareza, em que algo torne esta decisão mais autêntica e consistente. No fundo, uma razão que faça com que tudo valha a pena. Não a encontro. Num instante tudo é posto em causa, estarei a proceder bem? Lá fora, a neve cai como nunca, parece não ter fim. As minhas dúvidas também não. Enquanto olho para aquele magnifico espectáculo penso: será que realmente é preciso tomar esta decisão? Sei que o tenho de fazer. O desafio pelo qual lutei e me esforcei toda a minha vida está hoje ao meu alcance, apenas precisa da minha aprovação e irei iniciar uma jornada que ficará marcada para sempre na minha vida. Está na altura de escolher dar o passo determinante para que o sonho finalmente se torne realidade. Independente das dúvidas que tendem a possuir-me sei que só há um caminho a tomar. De um momento para o outro, começo a sentir uma força interior, algo divergente ao que alguma vez senti. Os meus olhos começam a brilhar apenas e só com um objectivo: vencer. Solto um grito e com um gesto peculiar sinto-me ascender a uma vitória imensa e sublinhe. Tudo muda em mim. Olho de novo para a janela. Finalmente, a neve pára, deixando o espaço repleto duma renovada decoração…

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

55 comentários

Comentar post

Pág. 1/6