Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

O anel de memórias

Abriu a gaveta, ao tirar um pano para limpar os seus óculos sujos reparou naquele anel. Ali estava ele, meio escondido para que não se recordar daquela constante pontada no coração. Largou um sorriso amargurado pelas recordações e sentimentos que emanavam daquele pequeno objecto. Quando casou ingenuamente imaginou que o resto da sua vida seria uma caminhada romântica de felicidade. “Que patético era!”, gemeu desolado enquanto fumava o último cigarro do maço que tinha comprado naquele dia. Deu um longo bafo, fechou os olhos e numa velocidade estonteante viu um absurdo número de imagens do passado…

Estava naqueles dias melancólicos onde as memórias fluíam a toda a hora. Odiava quando aquilo acontecia, olhou demoradamente para a janela e deixou-se ficar a olhar para aquele tempo chuvoso. Pouco depois, abanou a cabeça desiludido por todos os seus planos terem corrido mal, culpava-se por aquele presente degradante. Descuidara toda a imagem, estava com um péssimo aspecto. Vivera para aquela relação e era angustiante entender que tudo tinha cedido. Depois de anos fulgurosos de um sentimento delirante, a tolerância e amor esbarrou nas inúmeras divergências e braços-de-ferro que enfraqueceram aquela relação. O fim foi uma inevitabilidade.

Há três meses que ela tinha partido, sem justificação ou carta de despedida. Simplesmente sumiu agastada pela desilusão de um relacionamento falhado. Ao sair, levou com ela o seu espírito sonhador, arrasou-o por completo. A partir daí aquele homem sentado na cama perdera-se na escuridão constante, apenas sobrevivia. Fez um pequeno esgar por toda a angustia que aquele anel lhe dava, mas ainda assim não conseguiu deixar de se sentir seduzido por ele. Sem saber explicar a razão agarrou nele e colocou-o na sua mesa de cabeceira. Por mais negras que fossem as memórias preferia tê-las a não recordar-se nada…

[Ficção]

Imagem retirada de: http://professionalexperts.net/ 

Pessoal como já devem ter percebido estou tentar lançar um canal no Youtube. Confesso que ainda sou muito inexperiente na criação de conteúdos vídeos, mas vou melhorar com o tempo. Neste começo não tem sido fácil a divulgação deste espaço, portanto peço a todos os leitores que tenham uma conta no Gmail para seguir este canal. Além de me motivar a criar novos conteúdos, ajuda e muito na divulgação!

 

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

51 comentários

Comentar post

Pág. 1/6