Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Num passado de indefinições, um presente intermitente em que um futuro ambicioso se avizinha

Um Mar de Recordações

O prazer da leitura

O sol começava a pôr-se, tapada com um chapéu de sol, uma jovem morena, na casa dos 20 anos, encontrava-se sentada num banco de jardim despreocupadamente . Não tinha nenhum pormenor que a destacasse. Os seus olhos castanhos estavam mergulhados num pequeno livro. Permanecia assim há horas, tinha decidido passar aquela tarde numa leitura intensiva de um clássico da literatura nacional.

Perdia-se naquelas doces e intensas palavras, viajava naquele mundo que era a sua imaginação. Era feliz daquele modo, não precisava de mais nada além daquele prazer pela leitura. Saboreava cada página. Nada substitua aquelas magnificas tardes. Ainda assim, quando a leitura terminava não conseguia deixar de se sentir alguma nostalgia. Caminha para uma casa sem ninguém, morava sozinha. Enquanto avançava suspirou bem alto com esperanças que um dia ela também pudesse viver o seu próprio romance…

Depois do Twitter, agora é a vez do Instagram. Na tentativa de tornar o blogue cada vez mais interactivo, o Um Mar de Recordações ganhou o seu novo espaço. Passem por lá para saber alguns dos momentos  da pessoa por trás do computador. Entretanto, continua a ajudar a fazer o blogue crescer em:

           

67 comentários

Comentar post

Pág. 1/7