Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Num passado de indefinições, um presente intermitente em que um futuro ambicioso se avizinha

Um Mar de Recordações

"Os Grandes Portugueses" (11) - Xutos & Pontapés

Nome: Xutos & Pontapés

Data e Local de Nascimento: Almada, 20 de Dezembro de 1978

Profissão que se notabilizou: Grupo Musical

 

Feitos importantes: 

  • Zé Pedro (guitarra ritmo), Kalú (bateria), Tim (baixo e voz), João Cabeleira (guitarra solo) e Gui (saxofone) são os cinco elementos que constituem os Xutos & Pontapés, uma das bandas portuguesas com maior sucesso. Oriunda de Almada, o grupo juntou-se através de vários anúncios de jornais tendo o seu primeiro ensaio a 20 de Dezembro de 1978.
  • Apesar de terem dado o primeiro concerto a 13 de Janeiro de 1979, apenas em Março de 1981 é que o grupo tira a carteira profissional. Um ano depois sai o compacto 1978-1982, primeiro álbum da banda, com músicas marcantes como "Sémen" e "Mãe". A explosão mediática começou em 1987 com o álbum Circo de Feras e os seus mega sucessos "Contentores", "Não sou o único" e "N'América".
  • Na década de 90, o grupo entra em crise interna, com os seus elementos a iniciarem outros projectos. Tim integra os Resistência, Zé Pedro e Kalu abrem o bar Johnny Guitar e integram a banda de Jorge Palma, Palma's Gang, com Flak e Alex, ambos dos Rádio Macau. Os problemas acabaram por ser solucionados e a banda reagrupou-se e voltou às luzes da ribalta.  
  • Com uma carreira com mais de três décadas, este grupo musical  já editou mais de dez discos originais e diversas canções de sucesso. Em 2004, os membros dos Xutos & Pontapés  foram agraciados pelo Presidente da República Jorge Sampaio com o grau de Comendador da Ordem do Mérito.
  • Ao longo de 2009, em comemoração do seu 30.º aniversário, foi reeditado toda a discografia da banda em vinil (foram lançadas apenas 500 unidades limitadas). Em Setembro do mesmo ano, a banda actuou perante 40 mil espectadores no estádio do Restelo. O concerto durou três horas, uma para cada década do mediático grupo nacional. Esse momento ajudou a banda a arrecadar o prémio EMA na categoria de "Best Portuguese Act".

Discografia:
• 78/82 (1982)

• Cerco (1985)

• Circo de Feras (1987)

• 88 (1988)

• Gritos Mudos (1990)

• Dizer Não De Vez (1992)

• Direito ao Deserto (1993)

• Dados Viciados (1997)

• Tentação (1998)

• XIII (2001)

• Mundo ao Contrário (2004)

• Xutos & Pontapés (2009)

• O Cerco Continua (2012)

• Puro (2014)

57 comentários

Comentar post

Pág. 1/6