Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Num passado de indefinições, um presente intermitente em que um futuro ambicioso se avizinha

Um Mar de Recordações

Perdi-me...

Deixei tudo o que conhecia de uma forma abrupta, atirei-me ao desconhecido sem qualquer tipo de arrempendimento. Contudo, acabei perdido numa vida que não era a minha, em ideias que não eram as minhas. Sozinho à procura de forças para dar o próximo passo... Permaneci assim mascarado num ténue disfarce que nem a mim próprio consegui enganar. Não fui mais que uma versão pequena de mim mesmo, sem conseguir me expressar, sem conseguir brilhar. Não consegui ser eu e perdi-me. Sem saida, falhei redondamente. Perdi o controlo, fiquei sem chão e sem saber o que fazer. Resta um sabor amargo na minha boca que presiste e não desaparece. Agora restam apenas as recordações, meras memórias de uma derrota humilhante e decepcionante. Não há mais nada a fazer. É tempo agora de sarar as feridas, levantar a cabeça e acreditar que o futuro será melhor. O objectivo agora é voltar a descobrir-me, desafiar-me e nunca mais me deixar perder...

[Ficção]

 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

55 comentários

Comentar post

Pág. 1/6