Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Num passado de indefinições, um presente intermitente em que um futuro ambicioso se avizinha

Um Mar de Recordações

Questões inevitáveis (35) – Tatuagens

Hoje vou desafiar-vos um pouco a discutir uma temática bastante presente – o uso da tatuagem. Um desenho permanente feito na pele humana que ainda levante muita polémica. Ainda existe imenso preconceito para quem decide marcar o corpo com uma imagem ou frase. Mas a verdade é que isso não afasta desta prática de ganhar cada vez mais popularidade, principalmente no público mais jovem.

A verdade é que esta é uma prática bastante antiga que remonta a vários séculos. Existem muitas provas arqueológicas que afirmam que tatuagens foram feitas no Egipto entre 4000 e 2000 a.C., tatuavam-se em rituais ligados a religião. A partir daí o crescimento foi crescendo em diversas civilizações espalhando-se a nível mundial. Um dos momentos mais importantes foi 1891, momento em que Samuel O'Reilly desenvolveu um aparelho eléctrico para fazer tatuagens, baseado em outro extremamente parecido criado e patenteado pelo próprio Thomas Edison. A partir daí o crescimento explodiu por completo!

Actualmente, alguns dos trabalhos são verdadeiras obras de arte. As mais bonitas são realmente aquelas que são pensadas e que trazem uma mensagem muito pessoal. Isso é o que para mim faz uma tatuagem ser especial. Pessoalmente não tenho nenhuma, nem sei se alguma vez virei a fazer uma no futuro. Primeiro que tudo teria que ser algo discreto, mas acima de tudo precisava de ter uma mensagem muito especial e marcante para tomar essa decisão.

Imagem retirada de: http://www.fatosdesconhecidos.com.br/ 

Qual é a vossa opinião sobre as tatuagens? Gostavas de ter uma? Acham que ainda há muito preconceito sobre esta temática?

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

62 comentários

Comentar post

Pág. 1/7