Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Imagem espontânea (28) – Fortaleza de Sagres

Nas férias da Páscoa, fui passar uns dias pelo Algarve com a minha namorada. Confesso que não resisti a visitar alguns dos lugares mais emblemáticos desta bonita zona de Portugal. Um desses locais foi Sagres, uma vila do concelho de Vila do Bispo, conhecida pelos seus fortes e fortalezas. Para mim, é daquelas visitas obrigatórias a fazer!

Naturalmente que um dos sítios que visitamos foi a Fortaleza de Sagres, um espaço magnífico e cheio de história. A política da Expansão portuguesa nos séculos XV e XVI levou à fundação da Vila do Infante. A partir de então as designações Vila do Infante - Sagres - Fortaleza de Sagres confundem-se na passagem dos séculos… Ao longo dos anos revelou-se um lugar estratégico no panorama nacional. Enquanto visitamos esta edificação é impossível não ficar envolvido com o espaço.

Para quem gosta de uma visita cultural e natural, este é um local a visitar decididamente. Integrada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, apresenta ainda uma interessante biodiversidade faunística e florística e endemismos únicos que todos os visitantes podem observar. A imponente fortificação oferece a possibilidade de um olhar próximo ao património natural da costa. A vista é completamente deslumbrante, a panorâmica é extraordinária! 

 

 

"O meu passado é tudo quanto não consegui ser. Nem as sensações de momentos idos me são saudosas: o que se sente exige o momento; passado este, há um virar de página e a história continua, mas não o texto." (Fernando Pessoa)

 

Algum de vocês já visitou a Fortaleza de Sagres? O que mais vos impressionou nesta fortificação? Gostam de ir a estes sítios emblemáticos do país?

Não há nada melhor do que atingir objectivos, onte foi o dia de ultrapassar uma nova barreira. A página do Facebook do blogue atingiu os 1000 likes! O meu sincero obrigado a cada um de vocês que tem apoiado este projecto com tanto afinco. Agora é continuar a crescer! Entretanto, se gostas do Um Mar de Recordações, continua a ajudar a fazê-lo crescer em:

     

Imagem espontânea (26)

Todos vocês sabem o prazer que tenho em fotografar, não há melhor do que passear com uma máquina fotográfica na mão. Há sempre uma oportunidade de registar um momento especial. Por mais que tenhamos visitado um lugar, parece que encontramos sempre algo novo. Foi isso que aconteceu na minha mais recente visita ao Parque da Paz. Situado em Almada, este é um parque urbano com 60 hectares, da autoria do arquitecto paisagista Sidónio Pardal. Inserido no meio da cidade, possui para além de zonas relvadas, matas, zonas de descanso, caminhos e lagos. Este parque urbano compõe 114 espécies de árvores, arbustos e herbáceas. Constitui-se como o pulmão de Almada e um óptimo lugar para relaxar um pouco. Quem é adepto de um passeio ao ar livre, este é o local certo para visitar! Enquanto estava a passear vi esta flor e não resisti a tirar uma foto, achei-a extraordinariamente bela. Confesso, gosto imenso de tirar fotografias de flores, é um dos temas que mais dou atenção. É impossível não ficar cativado com a beleza natural!  

“Quando as palavras fogem, as flores falam.” (Bruce W. Currie)

Imagem espontânea (21)

Uma casa junto à praia. Quem não gostaria de passar um Verão junto de uma paisagem belíssima, sem qualquer tipo de preocupação. Sou-vos sincero, eu não me iria importar nem um bocado de fazê-lo durante uns dias. Seria um excelente plano para umas férias memoráveis. A fotografia que hoje vos trago é do Portinho da Arrábida, uma aldeia belíssima que fica localizada na Serra da Arrábida. Acreditem quando vos digo que é um pequeno paraíso na terra. Sossegado para relaxar e aproveitar um bom tempo seja a dar um bom mergulho ou aproveitar para dar um passeio pela natureza que esconde esta pequena maravilha. Com o Verão no seu esplendor, este é um óptimo local para aproveitar o que melhor Portugal possuí, uma beleza riquíssima e inigualável. Fica aqui um pedaço de um país que merece ser descoberto todos os dias.

 

“Se Lar e Casa fossem iguais não teriam nomes diferentes. A maioria vive a vida na busca de uma Casa e esquece de edificar um Lar.” (Jean Carlos Sestrem)

 

Qual é a melhor recordação que tem do Verão? O que seria para vocês um Verão perfeito? Qual é a vossa casa de sonho?

Imagem espontânea (19)

A Serra da Arrábida é um dos mais importantes espólios da península de Setúbal, que se estende por uma área de 10.800 hectares, abrangendo os concelhos de Setúbal, Palmela e Sesimbra. O Imagem Espontânea volta a dar ênfase a este local que é candidato a Património Mundial Misto da Unesco, iniciativa que teve início em 2001.

A foto que hoje vos trago é da encosta norte da Arrábida, na zona de Casais da Serra, um local na transição da serra. A originalidade da paisagem deve-se não só às suas características naturais, mas também à remota humanização destes espaços. O seu clima é temperado mediterrânico, apresentando assim uma flora rica de espécies.

O Parque Natural da Arrábida foi criado em 1976 pela urgência de preservação de valores naturais históricos e económicos. Este é um local perfeito para uma caminhada, onde é possível aproveitar a beleza que a natureza no seu estado puro nos possibilita. Aos amantes de natureza é um local imperdível e que seguramente vai promover muito bons momentos.

 

Já visitaram a Serra da Arrábida? O que acharam do local? Consideram que Portugal devia proteger/preservar melhor estes espaços?

Imagem espontânea (16)

A Imagem espontânea chega este mês à sua décima sexta edição com destaque a um dos bens mais preciosos do mundo: a água. Durante vários anos, temos exercido uma influência crescente sobre este recurso. Este elemento sustenta não só as formas de vida, mas também o desenvolvimento económico. Contudo, é um tesouro que muitas vezes é negligenciado…

Na Carta Europeia da Água, proclamada pelo Conselho da Europa em Maio de 1968, já é dado o destaque de que “os recursos hídricos não são inesgotáveis”. E que por isso é “necessário preservá-los, controlá-los e, se possível, aumentá-los”. Infelizmente isso não tem acontecido. De acordo com um estudo da Our Amazing Planet, os rios do mundo inteiro estão em crise. Nos últimos tempos, a poluição química, a população humana crescente e a redistribuição global de plantas, peixes e outras espécies animais tiveram efeitos de longo prazo sobre os rios e seus habitantes aquáticos. Alguns dos mais altos níveis de ameaça estão nos rios dos Estados Unidos e da Europa.

É preciso combater este grande problema mundial e por vezes basta um simples gesto. No próximo ano, Portugal vai receber mesmo a 9.ª edição do Congresso Mundial da Água da International Water Association, a associação de profissionais e investigadores do sector da água com maior prestígio internacional. Um local de excelência para discutir medidas para preservar este bem precioso. A escolha do nosso país para este congresso deveu-se à assinalável evolução do sector da água em Portugal e os contributos que Portugal pode dar nos emergentes desafios internacionais deste setor. “Encontrar Soluções para Assegurar o Futuro” é o mote do próximo congresso em Lisboa. E, de facto, é cada vez mais importante pensarmos num futuro sustentado. 

 

 

"Só percebemos o valor da água depois da fonte secar." (Provérbio Popular)