Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Ao som de (34) – Música para um treino perfeito

Quem me segue no Instagram (@miguel_alexandre7) já sabe que eu ando a treinar para a Meia-Maratona de Lisboa que decorre dia 22 deste mês. Assim sendo, tenho treinado diariamente para estar preparado para o desafio. Uma das coisas que considero indispensáveis para os treinos é uma banda sonora para acompanhar o exercício físico. É a melhor maneira de manter focado e preparado para ultrapassar os quilómetros. É perfeito para ganhar um bom ritmo. Para mim uma boa música permite a que o treino seja mais fluido e mais fácil de ultrapassar. Hoje vou-vos deixar as minhas preferidas para me colocar na zona.  

Queen - Don’t stop me now: A melhor forma de aumentar o ritmo é ouvir a emblemática Don't Stop Me Now (1978), dos Queen. Na voz do talentoso Freddie Mercury, é uma das músicas que me deixa mais envolvido. 

Van Halen – Jump: Em 1984, Jump, dos Van Halen, assaltou por completo as rádios por todo o mundo. Pessoalmente tem uma energia tão positiva que me deixa sempre com um sorriso autêntico sempre que a oiço. 

Survivor - Eye of the Tiger: Celebrizada na saga Rocky, Eye of the Tiger é um balsamo de boa energia e motivação. Lançada em 1982, tornou-se num sucesso mundial e catapultou os Survivor à fama mundial. 

 

Quais são as vossas músicas de eleição para fazer desporto?

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Ao som de (33) - Música portuguesa

Hoje lembrei-me de fazer um "Ao som de" especial, diferente de todas as outras edições. Em vez de uma música como é normal na rubrica , vou apresentar-vos três faixas. Este é o inicio de algumas alterações que vou fazer em algumas das rubricas mais antigas do blogue, quero dar-lhes uma nova roupagem e torna-las mais interessantes. Portanto nada melhor do que começar com o que é nosso. É verdade hoje vamos apostar na música nacional com uma escolha que abrange vários estilos. Vamos então ao que interessa:

António Variações - Canção Do Engate: O execentrico António Variações (1944-1984) demonstra todo o seu talento numa das mais icónicas canções nacionais. Lançado de forma póstuma em 1997, a Canção do Engate é o exemplo perfeito da mestria do emblemático e talentoso cantor.

Da Weasel - Tás na Boa: Os inesquecíveis Da Weasel (1993-2010) arrasam com o Tás na Boa, uma das faixas do álbum Podes Fugir Mas Não Te Podes Esconder (2001). Num estilo mais virado para o rock, mostra toda a irreverência deste grupo que deixa saudades ao público português.

Carlos do Carmo - Lisboa Menina e Moça: Carlos do Carmo, vencedor do Grammy Latino de Carreira, dá voz a um dos fados mais belos - Lisboa Menina e Moça (1976). Com letra de Ary dos Santos, Joaquim Pessoa e Fernando Tordo, mostra toda a beleza deste género músical. Cada palavra é uma autêntica obra-de-arte!

 

Qual é a vossa música portuguesa preferida? Consideram que em Portugal esta é uma área que não merece o reconhecimento sufeciente?

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Ao som de... (31) [Eagles – Hotel California]

Hoje regressamos aos grandes clássicos da música com a Hotel California dos Eagles. Lançado a 8 de Dezembro de 1976, tornou-se o maior sucesso da banda norte-americana. O grupo de rock recebeu um Grammy Award na categoria "Record Of The Year", a faixa encontra-se em 37° lugar na lista dos 500 melhores álbuns de todos os tempos da revista Rolling Stone, divulgada em 2003.

A banda de Los Angeles foi formada por Randy Meisner (baixo), Bernie Leadon (guitarra e vocais), Don Henley (bateria) e Glenn Frey (guitarra) em 1971. No ano seguinte, lançam o seu primeiro trabalho de estreia – Eagles – que teve imenso sucesso, no qual teve três singles no Top40. Acabaram assim por tornar-se uma força importante na popularização do country rock do sul da Califórnia. Depois do álbum de estreia, o grupo produziu outros álbuns de estúdio como o Desperado (1973), o On the Border (1974), o One of These Nights (1975), o Hotel California (1976), o The Long Run (1979) e, finalmente, o Long Road out of Eden (2007).   

Em 1998, os Eagles foram induzidos ao Rock and Roll Hall of Fame. A formação atual sofreu algumas alterações com apenas Glenn Frey e Don Henley a permanecerem, Joe Vitale (teclados) e o baixista e vocalista Timothy B. Schmitt tornaram-se os mais recente membros do grupo. Ao longo da sua carreira, o grupo norte-americano arrecadou seis Grammy Awards e vendeu mais de 100 milhões de álbuns só nos Estados Unidos.

 

 Vídeo colocado por: domenico catauro

 

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Ao som de… (29) – Bon Jovi - Always

O ‘Always’ dos Bon Jovi é o destaque da nova edição da rubrica ‘Ao som de…’. Esta é uma banda de rock norte-americana formada em 1983 em New Jersey. Ate hoje, o grupo norte-americano garantiu um grande sucesso comercial -  já vendeu mais de 130 milhões de cds! Elogiados pela crítica, os Bon Jovi foram induzidos no UK Music Hall of Fame (2006) e receberam o prémio de mérito no American Music Awards (2004). O grupo norte-americano é ainda pioneiro na gravação de álbuns acústicos no estilo do MTV Unplugged.

A banda conhecida por um estilo de música muito próprio é constituída por Jon Bon Jovi, Richie Sambora, David Bryan e Tico Torres. Com um sucesso prometedor, foi a partir de 1986 que atingiram o reconhecimento mundial com o seu terceiro trabalho – o inesquecível Slippery When Wet . Ao longo da sua carreira, o conjunto de rock já produziu doze álbuns de estúdio, três compilações e dois álbuns ao vivo. Com uma enorme falange de fãs, esta banda já fez mais de 2700 concertos em cerca de 50 países. Além disso, em 2009, Jon Bon Jovi e Richie Sambora foram nomeados para o Songwriters Hall of Fame.

No que concerne à faixa ‘Always’, foi lançado em 1994 no álbum Cross Road. Uma balada intemporal em que ficamos completamente hipnotizados. Este foi um dos singles de maior sucesso dos Bon Jovi com mais de quatro milhões de cópias vendidas a nível mundial. Inicialmente a música até era para ser lançando na banda sonora do filme Romeo Is Bleeding (1993), mas a banda acabou por recuar nessa ideia. A decisão revelou-se acertada, até porque a longa-metragem revelou-se um autêntico fiasco. O grupo decidiu então lança-lo um ano mais tarde. A música tornou-se um sucesso instantâneo ao atingir o topo das tabelas musicais por todo o mundo…

Quem é fã da balada ‘Always’? Qual é a vossa música preferida dos Bon Jovi?

Se gostas do Um Mar de Recordações, então ajuda a fazê-lo crescer em:

     

Ao som de… (28) – Rolling Stones - Satisfaction

O grande nome que actua no Rock in Rio Lisboa é o destaque desta edição do ‘Ao som de…’, falo claro dos intemporais Rolling Stones . Com mais de cinquenta anos de carreira, a banda de Mick Jagger, Keith Richards , Ron Wood e Charlie Watts coleccionaram inúmeros êxitos, prémios e… polémicas. Com mais de 240 milhões de álbuns vendidos, os controversos britânicos são considerados com uma das maiores bandas rock no mundo.

O nome do grupo britânico foi inspirado numa canção de Muddy Waters chamada Rollin' Stone. A banda foi formada em 1962 por Jagger e Richards numa estação de comboio em Dartford (Inglaterra), a sua apresentação oficial aconteceu a 12 de Julho no Marquee Club de Londres. Desde cedo mostraram a electricidade e tenacidade em palco pelo que são conhecidos. O primeiro álbum chegaria dois anos depois com a maioria das músicas a serem covers. Foi em 1965 que apostam em composições da dupla Jagger-Richards, é nesse ano que chega o Satisfaction na versão norte-americana do álbum Out of Our Heads. Era o início da ‘Invasão Britânica, altura em que as bandas inglesas tiveram um sucesso soberbo nos EUA.

Os anos seguintes foram de sucesso com músicas como ‘Gimme Shelter ' (usado em quatro filmes de Martin Scorsese), ‘Star me up’ ou ‘Fool to Cry’. Só em 1971, foi criado o famoso logótipo em forma de boca que ficou para sempre conhecido como a marca da banda. O grupo associou-se a grandes figuras como Andy Warhol (que fez a capa do álbum Sticky Fingers de 1971) ou George Lucas (que participou num documentário denominado ‘Gimme Shelter’ em 1970). Apesar do grande sucesso ao longo da carreira, os britânicos ganharam apenas duas estatuetas Grammy. Actualmente, os Rolling Stones são a banda mais antiga em actividade e a mais bem paga de sempre, em concertos arrecadaram mais de 750 milhões de dólares.

Os Rolling Stones são a maior banda de rock de todos os tempos? Qual é a vossa música preferida? É importante estas bandas passarem por Portugal?

Como podem reparar, o Um Mar de Recordações está muito próximo de chegar aos 1000 gostos na página do Facebook, basta apenas mais um empurrão da vossa parte para chegar a esta etapa. Quem vai dar uma ajuda? Aproveita também para seguir o blogue em outras redes sociais: