Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Sala de cinema (27) – Gravidade

A Gravidade é um dos filmes em destaque na 86ª edição dos Óscares, obtendo dez nomeações, as mesmas que Golpada  Americana.  Melhor Filme, Melhor Realizador e Melhor Actriz Principal são algumas das categorias a que este filme de ficção cientifica vai concorrer. A cerimónia de entrega das estatuetas douradas decorre em Los Angeles a 2 de Março de 2014 e a anfitriã será Ellen DeGeneres.

Gravidade, de Alfonso Cuarón, foi lançado em 4 de Outubro do ano passado e rendeu 675 milhões de euros. A história dé ênfase a  Dra. Ryan Stone (Sandra Bullock) uma engenheira de médicos na sua primeira missão no espaço. Ela é é acompanhada pelo astronauta veterano Matt Kowalsky (George Clooney), que está no comando do vaivém espacial, na sua última missão. Tudo corria bem até que algum lixo espacial quase destroí a nave deixando-os no espaço e com oxigênio limitado. O filme aborda as capacidades de sobrevivência desta dupla perdida no espaço e sem nenhuma comunicação da Terra.

Visualmente extraordinário, as imagens retratadas no filme são extraordinárias e ganham um maior impacto se forem vistas em 3D. Sem dúvida, um marco no que diz respeito ao avanço tecnológico cinematográfico. O trabalho é tão bom que parece que também estamos no espaço com as personagens, é difícil não nos envolvermo-nos no enredo. Há uma tensão durante a longa-metragem que nos prende à tela, aliada a uma interpetação soberba de Sandra Bullock. A sua curta duração (1h30m) faz com que o desenrolar da história seja mais fluido, não dando espaço a muito tempo morto. Definitivamente, um dos melhores filmes do ano!

Avaliação:{#emotions_dlg.star}{#emotions_dlg.star}{#emotions_dlg.star}

Gostaram de ver o filme Gravidade? É justa as dez nomeações para a obra de Alfonso Cuarón? Destaque para cerimonia dos Óscares? 

Sala de cinema (2) – A Origem

Apesar do Discurso do Rei ter sido considerado o grande vencedor na noite dos Óscares, houve outro filme a destacar-se. ‘A Origem’ arrecadou quatro estatuetas em oito nomeações, obtendo um registo bastante positivo.

O filme estado-unidense de ficção científica que conta a história de um ladrão (Dom Cobb protagonizado por Leonardo DiCaprio) especializado em extrair informações do inconsciente dos seus alvos durante o sonho. Para visitar os seus filhos, Cobb faz o seu último trabalho: plantar a origem de uma ideia na mente de um rival do seu cliente. Nesta película, destaca-se principalmente o bom trabalho realizado na edição entre as cenas e a trilha sonora, composta por Hans Zimmer, que mostra da capacidade que o cinema tem de nos manipular por meio de imagens e sons.

As filmagens passaram por seis países e quatro continentes, começando em Tóquio, em Junho de 2009, e terminando no Canadá, em Novembro do mesmo ano. ‘A Origem’ distingue-se pelos aspectos técnicos, pelas actuações e por uma originalidade complexa e brilhante. 

 

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||