Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Ao som de... (21) [Nirvana – Smells Like Teen Spirit]

Após os Pearl Jam, o grunge está de volta ao blogue com os imparáveis Nirvana, naquela que também é uma homenagem ao talentoso Kurt Cobain. Apesar da banda só ter tido sete anos de existência (1987-1994), o grupo norte-americano deixou um forte legado. Tornaram-se os ídolos de uma geração e ainda continuam a ser forte influência na música actual. Assim, não espanta que desde da sua estreia a banda de Aberdeen (Washington) já vendeu mais de 75 milhões de álbuns em todo o mundo, dando a conhecer uma nova sonoridade musical.

A banda de rock formada pelo vocalista e guitarrista Kurt Cobain e pelo baixista Krist Novoselic teve vários bateristas, mas o que mais tempo ficou foi Dave Grohl (actualmente nos Foo Fighters), que entrou em 1990 e permaneceu até ao fim dos Nirvana. O grupo deu os primeiros passos no final da década de 1980 e estabeleceu-se como parte da cena grunge de Seatle . Apesar de só terem três álbuns de estúdio (Bleach, Nevermid e In Utero), os Nirvana contribuíram de que maneira para o crescimento do rock alternativo. Sem o desejaram tornaram-se a voz de uma geração. Uma ligação que terminou abruptamente com o suicídio de Kurt Cobain em 1994 que viria a provocar o fim da banda norte-americana. Desde então vários lançamentos póstumos têm sido emitidos da banda, que já resultou em um conflito jurídico entre a viúva de Cobain, Courtney Love, e os membros sobreviventes da banda.

No panorama musical, os Nirvana utilizavam mudanças dinâmicas que passavam de calmas para barulhentas. Essencialmente, a música baseava-se nesses contrastes dinâmicos e refrões pesados. Um bom exemplo disso é a música que escolhi – o Smells Like Teen Spirit, o primeiro grande sucesso da banda integrado no álbum Nevermind (1991). A canção usa o formato verso-refrão, e o riff principal é usado durante a introdução e refrão para criar uma dinâmica de alternância entre as secções de maior e menor violência sonora.

Esta música é muitas vezes considerada como o momento em que o rock alternativo ganhou visibilidade, chegando mesmo a figurar no sexto lugar do Billboard Hot 100. De facto, a canção tornou-se um sucesso comercial e recebeu uma forte aclamação da crítica. Este sucesso inesperado criou um desconforto no seio de banda principalmente em Kurt Cobain. Assim, um êxito estrondoso que viria a ser os primeiros passos para o fatal destino do líder do grupo.

 


Smells Like Teen Spirit é a melhor música rock de todos os tempos? Qual é a vossa música preferida dos Nirvana? Até onde os Nirvana podiam chegar se não tivessem terminado tão cedo?

Ao som de... (10) [Pearl Jam - Just Breathe]

Os Pearl Jam arrasam ma décima edição do “Ao som de…”. Uma banda de rock oriunda da cidade de Seattle é, actualmente, composta por: Eddie Vedder (Vocal e Guitarra); Jeff Ament (Baixo); Matt Cameron (Bateria); Mike McCready (Guitarra Solo); Stone Gossard (Guitarra Base).

Nasceram em 1990 das cinzas dos Mother Love Bone e, quando editaram um ano mais tarde o seu álbum de estreia (‘Ten’), foram eleitos como um dos nomes de destaque do movimento grunge que consagrou bandas como os Nirvana. Actualmente, são uma das poucas bandas que ainda permanecem em actividade deste movimento.  

A energia dramática e visceral do hard rock com o tom melancólico e envolvente do folk rock independente promoveram uma ascensão top do rock internacional. Este sucesso não fez com que a banda cede-se nos seus ideais, crenças e atitudes, que lhes valeram muita polémica. O certo é que os Pearl Jam tornaram-se um das mais idolatradas e respeitadas bandas do rock, vendendo 30 milhões de disco nos Estados Unidos da América e 60 milhões em todo o mundo. Deixo-vos então como uma das minhas preferidas desta banda: Just Breathe!