Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Num passado de indefinições, um presente intermitente em que um futuro ambicioso se avizinha

Um Mar de Recordações

Sala de Cinema (44) - Logan

O aguardado Logan chegou finalmente às salas de cinema! Esta longa-metragem marca a última aparição de  Hugh Jackman no papel do emblemático Wolverine. O filme dirigido por James Mangold é fortemente inspirado no enredo de Old Man Logan, uma história de Mark Millar publicada em 2008. Parece que esta é mesmo a despedida perfeita do carismático X-Men!

Já o enredo da história deste filme decorre em 2024 com uma população mutante que diminuiu significativamente e sem os X-Men. Logan, cujo o poder de cura está a diminuir, entregou-se ao álcool e agora ganha a vida como motorista de uma limusina. Ele também cuida de um doente e idoso Professor X, que mantém escondido. Mas as tentativas de Logan de afastar-se do mundo são interrompidas com a chegada de uma jovem mutante, perseguida por forças sombrias…

Desde do início que percebemos que este é um filme com um tom mais negro, longe do mundo esperançoso habitual dos X-Men. Na verdade, Logan passa-se numa realidade distópica, no qual Wolverine vive amargurado, numa prisão constante. É extremamente interessante vermos o lado mais vulnerável deste super-herói que foi durante anos apelidado de imortal.

 

Ficaste curioso/a? Vê a minha opinião completa neste vídeo:

 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Sala de Cinema (42) – Deadpool

Deadpool chegou na passada quinta-feira  às salas nacionais, um filme que tem recebido uma aclamação crítica mundial. Dirigido pelo director Tim Miller, podemos assistir à transformação de Wade Wilson em Deadpool e ao seu desejo de vingança em relação ao homem que o transformou. O actor Ryan Reynolds regressa ao papel do mercenário tagarela depois de uma breve participação no filme 'X-Men Origens: Wolverine' de 2009. O filme é baseado na provadora personagem da Marvel criada em 1991 pela dupla Rob Liefield e Fabian Niciesa.

A premissa do filme gira à volta da origem dos poderes de regeneração e das deformações de Wilson, na tentativa de curar o seu cancro terminal. Wade Wilson acaba por conseguir vencer a doença através das experiências do vilão Ajax, mas o custo é demasiado grande. É assim que nasce Deadpool e a sua jornada de vingança começa! Este anti-herói é uma personagem contagiante que cativa o público com uma facilidade enorme, o mercenário tagarela teve a capacidade de agarrar a audiência logo na primeira cena. De facto, o director Tim Miller teve a capacidade de encontrar o tom certo, onde é impossível não soltar uma gargalhada durante o filme! 

Atrevo-me a dizer que Deadpool mudou por completo o espectro do género de filmes de super-heróis. A partir de agora vai haver um antes e depois de Deadpool, pois esta longa-metragem é muito especial. Com 135 milhões de dólares em apenas três dias de exibição (um recorde num filme para maiores de 18 anos), estão abertas as portas para que os estúdios sejam cada vez mais audazes nas suas apostas... 

 

Ficaste curioso/a? Vê a minha opinião completa neste vídeo:

 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Miguel, então o que está a dar? (3)

Para comemorar a chegada aos 200 subscritores no Youtube decidi fazer uma pequena colectânea de alguns vídeos no meu canal (link aqui) para vos dar a conhecer o trabalho que estou a fazer nesta plataforma e também para vos incentivar a seguir caso tenham interesse no conteúdo. Além disso, esta é uma rubrica que já não publicava há imenso tempo, portanto é bom trazê-la ao activo neste novo início do ano. Um dos grandes objectivos de 2016 é levar este novo projecto a cada vez mais pessoas, portanto vou tentar criar cada vez mais e melhor conteúdo. Já agora, caso tenho alguma dica ou sugestão façam o favor de dizer não se acanhem.  

 Já devem ter percebido que sou fã de Dragon Ball, nos últimos dias decidi criar um top das personagens mais poderosas de Dragon Ball Z. Numa série em que as lutas são uma constante há um leque vasto para escolher. Descobre quais são as minhas escolhas!

A série Jessica Jones foi lançada muito recentemente na Netflix. Não conheces a nova heróina da Marvel? Então este é o vídeo certo para ti onde aborda um pouco das origens desta personagem que saiu dos quadradinhos para a televisão. 

Já vos falei que um segundo livro está para breve, mas já conhecem o primeiro? A Analogia da Morte foi um livro publicado em Novembro de 2014 que conta a história de um assásino-em-série que procura criar um mundo utópico! 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Miguel, então o que está a dar? (2)

Aqui está a segunda edição desta nova rubrica aqui no Um Mar de Recordações, um espaço onde vos deixo mensalmente alguns dos meus vídeos no meu canal no Youtube. Todas as semanas coloco vários vídeos, portanto vale a pena espreitar. Quero aproveitar também para agradecer o vosso apoio e carinho, pois graças à vossa importante ajuda já cheguei aos 100 subscritores! Portanto, continuem a carregar no botão "subscrever" e a meter gostos nos vídeos pois ajuda imenso na divulgação para que possa chegar a um maior número de pessoas possíveis. Hoje vou partilhar com vocês três vídeos com temas completamente diferentes. Portanto boas visualizações, espero que gostem! 

 

Uma viagem à nostalgia, onde aponto os melhores vilões de Dragon Ball. Em paralelo, estou a fazer análises de todos os episódios da nova série - Dragon Ball Super. 

Um resumo da primeira jornada do campeonato português, ronda em que  os grandes venceram os seus jogos. Neste vídeo podes ver a minha opinião sobre todos os encontros que se realizaram na estreia da liga nacional.

Por último, mas não menos importante a minha análise a uma teória que está a ficar cada vez mais viral na Internet - a possível identidade do Joker. Se estás curiosa, tens mesmo que espreitar este vídeo!

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Sala de cinema (40) - Ant Man

Há uns dias fui ver o mais recente filme dos cinemas da Marvel - o Ant Man – e não resisti a vir aqui deixar-vos a minha opinião. Se inicialmente estava um pouco de pé atrás com este filme, os trailers convenceram-me a que fosse para a sala de cinema com a esperança de ser agradavelmente surpreendido. E ainda bem que o fiz! Quando comecei a ver as primeiras cenas rapidamente entendi que ia ver algo de muito especial! O enredo é muito envolvente e está genuinamente bem escrito.

A história dá enfoque à vida de Scott Lang (Paul Rudd). Dotado com a capacidade incrível de encolher em escala mas aumentar em força, o antigo ladrão tem que encarar o seu herói interior e ajudar o seu mentor, Dr. Hank Pym (Michael Douglas), a proteger o segredo por detrás do fato espectacular do Ant Man. Contra obstáculos aparentemente intransponíveis, Pym e Lang vão planear uma forma de salvar o mundo, tudo isto em pequena escala...

O humor tão característico da Marvel está como sempre muito presente. Contudo, facilmente percebemos que este é um filme completamente diferente do que este estúdio nos tem habituado. A história no fundo é a caminhada de redenção de Scott Lang para se tornar um verdadeiro herói. É uma forma de ver o treino, o esforço, a dedicação e a responsabilidade que assumir o cargo de super-herói implica. O Ant Man tem a dose certa entre humor e acção! Como espectador, uma das coisas que mais me agradou foram as cenas  em que o herói cresce e encolhe que são fantásticas, muito bem executadas. Deu uma roupagem completamente diferente às cenas de luta. Sem dúvida, um dos melhores filmes da Marvel até agora! Para quem ainda não espreitou, recomendo totalmente!

 Ficaste curioso/a? Então vê a review completa que fiz para o meu canal no Yotube!

 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Imagem espontânea (38) - Um Abril de vitórias!

Abril foi um mês mágico e repleto de momentos muito especiais, de facto foi tão saboroso estes trinta dias em que tudo parecia destinado a correr bem. De facto, foi um dos melhores meses que tive neste ano que culminou com a descoberta do meu livro numas parteleiras da FNAC. Um dos meus grandes objectivos conquistados, agora só quero continuar a crescer e a dar a conhecer as minhas palavras a um maior número de pessoas. O sonho das letras está cada vez mais vivo! Só posso agradecer a todos vocês que me tem ajudado na divulgação d' A Analogia da Morte. Além disso ver o meu blogue a crescer diariamente é o sentimento de dever cumprindo é sentir que chego a cada vez mais leitores. Assim, como é costume vou partilhar alguns dos momentos que deixei no meu Instagram (@miguel_alexandre7) com algumas recordações que ficam bem presentes nas memória. Foram dias de surpresas e de partilhas que vou deixar neste post. 

vingadores.jpgcascais.jpg

1 - Um dos filmes que mais desejava ver, foi tão incrível como esperava! Avangers assemble

2 - Um passeio durante o fim-de-semana por Cascais. Dois dias de memórias fantásticas! 

Blogue.jpgslow.jpg

3 - Um belo momento no blogue, atingir o segundo lugar nos blogues mais comentados da comunidade. Uma menção inesquecível! 

4 - Um jantar perfeito com a a melhor companhia de sempre - a minha namorada. Fomos experimentar pela primeira vez o restaurante Slow e adoramos! 

pato.jpgdaredevil.jpg

5 - A delicadeza dos animais é encantador. Como não adorar?

6 - Uma série que me deixou completamente empolgado do principio ao fim. Adorei! Em breve vou fazer uma crítica no blogue...

flor.jpganalogia.jpg

7 - A chuva muitas vezes tem a capacidade tornar tudo mais belo!

8 - Uma das minhas maiores vitórias pessoais, foi poder ver o meu livro numa prateleira da FNAC. Simplesmente perfeito! 

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Sala de cinema (39) – Avengers: Age of Ultron

Um dos filmes que estava mais curioso em ver neste ano era sem dúvida os Avengers: Age of Ultron. Quem me segue pelo Instagram (@miguel_alexandre7) já sabe que eu fui vê-lo na quinta-feira, confesso que tinha expectativas bastante altas e elas foram bem compensadas. O director Joss Whedon tinha a dura tarefa de fazer frente ao seu antecessor e, ainda assim, protagonizou um trabalho de muito valor. Pessoalmente, considerado que conseguiu viver o grande hype que criou!

Tentando proteger o planeta das ameaças alienígenas do primeiro filme The Avengers, Tony Stark procura construir um sistema de inteligência artificial que vai cuidar da paz mundial. O projecto acaba por dar errado e gera o nascimento de Ultron (na voz de James Spader). Capitão América (Chris Evans), Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Thor (Chris Hemsworth), Hulk (Mark Ruffalo), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) terão que se unir para mais uma vez salvar o dia diante desta grande ameaça. Esta batalha leva os heróis da Marvel ao seu extremo, será que estão preparados para a ultrapassar?

De facto, o tempo em que se fazia um filme de super-heróis repleto de acção e com pouca história é definitivamente algo do passado. Avengers: Age of Ultron vem mais uma vez desmistificar esse preconceito. O enredo tem cada vez mais densidade vemos cada vez mais uma versão humana destes heróis e os problemas que eles atravessam. Algo engraçado é que entrei na sala de cinema a não ser fã de uma personagem e ela tornou-se rapidamente numa das minhas preferidas. O Gavião Arqueiro ganha uma nova profundidade e é um dos grandes destaques, reconheço que adorei esta nova abordagem ao arqueiro da equipa. Especial destaque também para a interpretação de Paul Bettany em Vision que mesmo apesar de ter pouco tempo em tela rouba por completo o espectáculo.

Com uma banda sonora extraordinária, a longa-metragem exibe efeitos especiais exuberantes. As cenas de luta são muito bem estruturadas, gostei bastante das combinações que heróis já tinham em combate, o que demonstra que há uma ligação temporal ao longo dos filmes. Uma história bem estruturada e com vários pontos altos, além de inúmeras surpresas ao longo da trama. Foi, sem dúvida, uma boa forma de concluir a segunda fase do Universo Cinematográfico da Marvel e dar o pontapé de saída para a terceira.

 

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||