Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Ao som de (33) - Música portuguesa

Hoje lembrei-me de fazer um "Ao som de" especial, diferente de todas as outras edições. Em vez de uma música como é normal na rubrica , vou apresentar-vos três faixas. Este é o inicio de algumas alterações que vou fazer em algumas das rubricas mais antigas do blogue, quero dar-lhes uma nova roupagem e torna-las mais interessantes. Portanto nada melhor do que começar com o que é nosso. É verdade hoje vamos apostar na música nacional com uma escolha que abrange vários estilos. Vamos então ao que interessa:

António Variações - Canção Do Engate: O execentrico António Variações (1944-1984) demonstra todo o seu talento numa das mais icónicas canções nacionais. Lançado de forma póstuma em 1997, a Canção do Engate é o exemplo perfeito da mestria do emblemático e talentoso cantor.

Da Weasel - Tás na Boa: Os inesquecíveis Da Weasel (1993-2010) arrasam com o Tás na Boa, uma das faixas do álbum Podes Fugir Mas Não Te Podes Esconder (2001). Num estilo mais virado para o rock, mostra toda a irreverência deste grupo que deixa saudades ao público português.

Carlos do Carmo - Lisboa Menina e Moça: Carlos do Carmo, vencedor do Grammy Latino de Carreira, dá voz a um dos fados mais belos - Lisboa Menina e Moça (1976). Com letra de Ary dos Santos, Joaquim Pessoa e Fernando Tordo, mostra toda a beleza deste género músical. Cada palavra é uma autêntica obra-de-arte!

 

Qual é a vossa música portuguesa preferida? Consideram que em Portugal esta é uma área que não merece o reconhecimento sufeciente?

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Ao som de… (27) – ABBA - Waterloo

Foi há quarenta anos no Festival Eurovisão da Canção em Brighton (Inglaterra) que apareceu um quarteto sueco que veio mudar para sempre a música mundial! ‘Waterloo’ encantou o júri e a plateia fazendo dos incontornáveis ABBA um fenómeno. Com (apenas) uma década de existência (1972-82), o grupo formado em Estocolmo produziu oito álbuns de originais e vendeu mais de 380 milhões de discos em todo o mundo.  A banda foi alvo de vários tributos com uma peça de teatro e um filme, os dois com o mesmo nome – Mamma Mia. Em 2010, o quarteto sueco foi introduzido no Rock and Roll Hall of Fame nos EUA.

O nome "ABBA" é um acrônimo formado pelas primeiras letras de cada membro fo grupo (Agnetha, Björn,Benny e Anni-Frid). Com uma popularida estratosférica, os  ABBA são considerados um das banda de maior sucesso do mundo tornando-se ícone no seu país de origem e uma referência da europop. Com uma grave crise de incompatibilidade no seio grupo (os dois casais divorciaram-se…) os ABBA acabaram de forma abrupta, de modo que em dezembro de 1982 ocorria a última aparição do quarteto. Depois de um tempo fora do interesse público, na década de 1990 foram lançados vários álbuns de compilação que possibilitaram o regresso da banda ao topo das vendas.

‘Waterloo’ tornou-se a primeira canção sueca a conquistar o Festival Eurovisão da Canção. A letra é de autoria de Stikkan Anderson, a música é de Benny Andersson e Björn Ulvaeus e foi orquestrada por Sven-Olof Walldoff. Rapidamente chegou ao topo das tabelas da Bélgica, Dinamarca, Finlândia, Alemanha, Irlanda, Holanda, Noruega, Suíça e África do Sul, além de alcançar a sexta posição da lista norte-americana. No aniversário dos 50 anos da Eurovisão, em 2005, foi escolhida como a melhor música na história da cultuada competição europeia.

Há por aí algum fã de ABBA? O quarteto sueco é a maior referência da música nordica no panorama mundial?

Se gostas do Um Mar de Recordações, então ajuda a fazê-lo crescer em:

     

Ao som de... (25) [Billy Joel – Uptown Girl]

O ‘Ao som de…’ continua a dar destaque aos grandes clássicos da música e é nesse âmbito que Billy Joel entra em acção. O artista de Bronx vendeu mais de 150 milhões de álbuns pelo mundo e arrecadou seis Grammy e outras 23 nomeações neste prémio. Além da sua magnífica voz, Joel toca piano de uma forma sublime.  

William Joseph Martin Joel, mais conhecido como  Billy Joel, nasceu a 9 de Maio de 1949, e foi figura dominante no panorama musical entre os anos 1970, 80, e 90. Desde cedo teve forte influência na música, através do pai que era um consagrado pianista clássico. Assim, em 1964, após ter visto um concerto dos Beatles, Joel decidiu dedicar-se a tempo integral à carreira musical. Depois de várias experiências falhadas em alguns grupos locais, opta por apostar numa carreira a solo que viria a dar frutos com o primeiro cd em 1971 (Cold Spring Harbor). Foi o princípio de uma extraordinária carreira no mundo da música!

O seu estilo reflecte diversos géneros como o jazz, os blues, o gospel, o pop music, e o rock & roll. Desde do lançamento do seu primeiro grande sucesso – Piano Man em 1973 – Joel tornou-se no sexto artista que mais vendeu nos Estados Unidos. A coletânea "Greatest Hits Volume I & Volume II" é mesmo o disco duplo mais vendido de todos os tempos. O seu trabalho valeu-lhe presença no Songwriters Hall of Fame (1992), no Rock and Roll Hall of Fame (1999) e no Long Island Music Hall of Fame (2006).

Era impossível escolher outra música além da inevitável Uptown Girl que faz parte do álbum Inocent Men (1983). Esta canção foi inspirada e escrita para a supermodelo norte-americana Christie Brinkley pouco depois de Joel a ter conhecido e terem começado a namorar. A modelo acabou mesmo por ser a protagonista no videoclip. A música tornou-se desde logo um enorme sucesso mundial e alcançou o lugar número três nos tops norte-americanos e o primeiro nos britânicos. Uptown Girl recebeu ainda uma nomeação para o prémio Grammy pela Melhor Performance Vocal Masculina em Best Pop.

 

Ao som de… (23) [Frank Sinatra – Fly me to the Moon]

Um cantor que é apelidado como ‘A Voz’, é uma demonstração de um talento fascinante. Frank Sinatra está um patamar acima dos restantes, arrecadando um sucesso impar que faz dele um absoluto génio. Um predestinado, para ser mais correcto. Assim sendo, parece-me que não há melhor escolha para compensar esta ausência do que trazer-vos um dos maiores talentos musicais de sempre. O espectáculo passou a ser diferente depois deste homem pisar os palcos!  

Filho de imigrantes italianos, o então Francis Sinatra nasce a 12 de Dezembro de 1915 em Hoboken, New Jersey. Viveu uma adolescência complicada, onde chegou mesmo a ser preso. Num ambiente nefasto, acabou por não conseguir concluir o secundário, sendo expulso no 47.º dia (!) por conduta agressiva. Para se sustentar começou a distribuir os jornais, mas a música foi sempre o seu grande objectivo, a sua paixão. Nunca teve educação vocal, aquilo que ele aprendia era a escutar os grandes clássicos da música jazz.

Foi aos 20 anos que conseguiu a sua oportunidade ao vencer um prémio que o catapultou a um sucesso sem precedentes. Sem treino formal, o agora ‘Frank’ Sinatra conseguiu desenvolver um estilo altamente sofisticado. A sua habilidade em criar uma longa e fluente linha musical sem pausas para respiração e a sua manipulação de frases tornaram-se lendárias. "Fly me to the moon", "My Way" ou "New York, New York" foram alguns dos exitos que pautaram uma carreira recheada de sucesso que contabilizou onze Grammy Awards (entre os quais o Grammy Legend Award e o Grammy Lifetime Achievement Award). O cantor norte-americano foi ainda homenageado no Prémio Kennedy em 1983 e recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade de Ronald Reagan em 1985, bem como a Medalha de Ouro do Congresso em 1997. Com a saúde debilitada, o ‘Blue Eyes’ parou de fazer shows em 1995. Três anos depois acabaria por sucumbir com um ataque cardíaco em Los Angeles. 

Além da música, Sinatra também teve sucesso no cinema, vencendo mesmo um Óscar de melhor actor secundário (From Here to Eternity, em 1953). Obteve ainda uma nomeação para o Óscar de melhor actor pela sua performance em The Man with the Golden Arm (1955). O seu trabalho na sétima arte valeu-lhe um Óscar Humanitário, em 1972. 

É justa a alcunha d' 'A Voz'? Qual é a vossa música preferida de Sinatra? É possível atingir o nível de excelência deste cantor? 

Ao som de... (4) [Coldplay - Viva la Vida]

Nos anos mais recentes, uma das bandas que mais gosto de ouvir sãos os Coldplay. É uma verdadeira benção para todos os momentos! O grupo britânico, formado em 1996 na cidade de Londres, é composto por Chris Martin (vocalista/guitarrista), Jon Buckland (guitarrista), Guy Berryman (baixista) e Will Champion (baterista). Uma curiosidade interessante é que a banda era para ser chamada de Pectoralz, mas em 1998 decidiram por alterar para o seu actual nome.

Os Coldplay conseguiram fama mundial com o lançamento do single Yellow em 2000, seguido pelo seu álbum de estreia lançado nesse mesmo ano – Parachutes – que foi indicado para um Mercury Prize. Após o estrondoso sucesso inicial, os britânicos lançaram vários álbuns com inúmeros elogios da crítica. Com mais de 50 milhões de discos vendidos em todo o mundo, a banda já arrecadou vários prémios da indústria musical ao longo da carreira, incluindo seis Brit Awards, quatro MTV Video Music Awards e sete Prêmios Grammy.

Assim sendo, hoje, trago-vos o ‘Viva la Vida’, faixa lançada em 2008 no álbum  Viva la Vida or Death and All His Friends. A canção foi apresentada no episódio ‘Million Dollar Maybe’ na série Simpsons. A música rapidamente atingiu o topo da UK Singles Chart e da Billboard Hot 100, tornando-se o primeiro single da banda a atingir o primeiro lugar no Reino Unido e nos Estados Unidos. ‘Viva la Vida’ tornou-se a sexta canção com mais downloads digitais pagos (atingindo a marca de 4 milhões), mais tarde venceria o prémio de canção do ano no 51º Grammy Awards em 2009.

Gostam de Coldplay? O que acham desta música? Gostam deste género de canção? 

 

Segue-me também em: