Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Um dia de uma dolorosa enxaqueca...

Num dia de calor abrasador, a minha cabeça não me dá descanso. Dói de forma permanente, numa enxaqueca intensa e dolorosa. Uma pressão demoníaca, que torna quase difícil respirar. Ai, mas que doloroso que isto é! Mal consigo ter os olhos abertos, a dor não me permite. É insuportável esta sensação, sinto que a minha cabeça vai explodir. Nada mais existe, apenas esta dor. Não há forma de pará-la, apenas esperar que fique serena e me permita uns momentos de descanso. É a única coisa que desejo: um pouco de tranquilidade. Contudo, a dor persiste metodicamente cresce a cada segundo. Esta enxaqueca é uma tortura atroz, que não me quer largar. Na verdade, estamos quase que amaldiçoados a que isso aconteça, mas mesmo assim ainda conseguimos encontrar razões para ter paz. Que doce ironia…  

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Questões inevitáveis (33) - Legionella

Numa altura em que o mundo vive em suspenso com a propagação do ébola, Portugal está a contas com um surto de outra doença. A legionella tornou-se no assunto do momento depois de Vila Franca de Xira ter sido afectada por esta bactéria. De acordo com a Direcção-Geral da Saúde, verificaram-se, até agora, 302 casos, ocorrendo até ao momento cinco óbitos.  

Neste momento desconhece-se a origem deste surto na região de Lisboa. Mas afinal o que é a legionella? É uma bactéria que vive em ambientes aquáticos naturais, no qual a sua infecção transmite-se por via aérea (respiratória), através da inalação de gotículas de água (aerossóis) contaminadas com bactérias. Os sintomas da doença dos legionários são semelhantes ao de uma pneumonia, ou seja, tosse, febre e dificuldades respiratórias. Os antibióticos são a forma mais eficaz de trata esta infecção, até porque ainda não há nenhuma vacina para ultrapassar esta doença.

Apesar da legionella não se transmitir de pessoa a pessoa, este é um problema do âmbito nacional. É preciso prevenção para que esta bactéria não se alastre para mais locais. Neste momento é fundamental encontrar o foco deste surto para começar a ser resolvido com a maior brevidade possível. Na vossa perspectiva, está a ser feito um bom trabalho para encontrar a origem desta bactéria? Noutro prisma, os hospitais nacionais estão preparados para um surto desta dimensão?

 Imagem retirada de:  http://www.brasilescola.com/

Estão assustados com a legionella? A estratégia para encontrar o surto está a ser a correcta? Os hospitais estão preparados para combater com eficácia esta doença?

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Enxaqueca

Num dia de calor abrasador, a minha cabeça não me dá descanso. Dói de forma permanente, numa enxaqueca intensa e dolorosa. Uma pressão demoníaca, que torna quase difícil respirar. Ai, mas que doloroso que isto é! Mal consigo ter os olhos abertos, a dor não me permite. É insuportável esta sensação, sinto que a minha cabeça vai explodir. Nada mais existe, apenas esta dor. Não há forma de pará-la, apenas esperar que fique serena e me permita uns momentos de descanso. É a única coisa que desejo: um pouco de tranquilidade. Contudo, a dor persiste metodicamente cresce a cada segundo. Esta enxaqueca é uma tortura atroz, que não me quer largar. Na verdade, estamos quase que amaldiçoados a que isso aconteça, mas mesmo assim ainda conseguimos encontrar razões para ter paz. Que doce ironia…