Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Está marcada mais uma data especial!

Hoje tenho a partilhar um momento bastante especial na minha aventura pelo mundo das letras. Vou ter uma apresentação do meu livro - A Analogia da Morte - na cidade onde resido (Seixal). Portanto este sábado (dia 16), às 16h00, vou estar no CAMAJ (Centro de Apoio ao Movimento Associativo Juvenil) que fica em frente da Estação da Fertagus do Fogueteiro. Vai ser um momento perfeito para falar um pouco desta obra e projectar um pouco dos próximos passos que se vão seguir. Prometo (muito) boas novidades! Assim sendo, vai mesmo valer a pena a presença neste evento. 

É importante contar com o máximo de pessoas porque acima de tudo dá força e confiança para continuar a trilhar este caminho. Quem não tiver planos e poder passar por lá estão mais que convidados a marcar presença. Ajuda imenso contar com o maior apoio possível, isso é a melhor coisa que posso receber, sentir o carinho de todos nesta busca pelo meu sonho. Vamos criar então esta onda de positivismo para conseguir levar este livro mais longe!

A Analogia da Morte é um policial, publicado pela Chiado Editora em Novembro de 2014, que conta a história de um assassino-em-série que apenas mata criminosos. A polícia liderada por Gonçalo Tavares irá fazer de tudo para apanhar alguém que começa a ganhar cada vez mais apoiantes. A obra remete para como os erros e falhas humanas podem definir as escolhas de vida de cada um. 

 

Mais sobre o evento aqui!

Sem Título.jpg

 

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Imagem espontânea (23) – Dia Mundial da Fotografia

Amanhã celebra-se o Dia Mundial da Fotografia, evento proclamado em 1839 pelo governo francês. Poucos anos antes, em 1826, tinha sido feita a primeira fotografia reconhecida pelo gaulês Joseph Nicéphore Niépce. Uma fotografia não é mais do que uma técnica de gravação por meios químicos, mecânicos ou digitais, de uma imagem numa camada de material sensível à exposição luminosa. Num mundo digital, a fotografia mantém-se popular, tornando-se uma área bastante desejada seja para lazer ou por profissionalismo.

Neste dia especial, não há melhor do que fazer uma menção numa rubrica que já faz parte deste blogue. Esta fotografia foi tirada na Quinta da Fidalga, um monumento histórico localizado na cidade do Seixal. A fundação desta quinta remonta ao século XV, estando associada a Paulo da Gama, irmão de Vasco da Gama, que se fixou no Seixal para assistir à construção das caravelas que supostamente o levariam à Índia. Desde 2001, este local passou a ser propriedade da Câmara Municipal do Seixal.

Desde a sua construção funções agrícolas ou de lazer, ainda hoje a Quinta da Fidalga conserva algumas árvores dessa época. Este ex-libris seixalense, distingue-se também pelo magnífico Lago de Maré, que constitui um monumento raro ou quase único na arquitectura hidráulica portuguesa. Os jardins são magníficos e merecem uma visita obrigatória para quem passa pela baía do Seixal. É um bom local para relaxar e aproveitar a beleza estonteante, além do mais a entrada é gratuita!  

“Quanto mais você glorifica e celebra sua vida, mais você tem na vida para celebrar.” - Oprah Winfrey


A fotografia é algo que tem importância na vossa vida? Qual é a área da fotografia que mais vos desperta curiosidade? Se pudessem tirar uma fotografia em qualquer sítio do mundo, qual seria? 

Imagem espontânea (9)

Hoje trago-vos mais uma fotografia no Imagem espontânea, uma rubrica na qual coloco várias fotos que vou tirando ao longo do tempo. Nesta nona edição mostro-vos pela primeira vez o meu concelho – o Seixal. Desta vez decidi optar por retratar a natureza. Gosto particularmente de espaços verdes e felizmente o meu concelho tem apostado em capitalizar esses lugares. Como gosto bastante de tirar fotografias decidi passar um dia a tirar fotos a esses espaços. Esta fotografia é um dos exemplos que tirei neste meu passeio fotográfico. Espero que gostem da foto, bem como da respectiva ilustração e que deixem as vossas opiniões!

 

 

"A natureza é o único livro que oferece um conteúdo valioso em todas as suas folhas." (Johann Goethe)