Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

O Um Mar de Recordações além fronteiras...

Há sempre uma luz. Quando te sentes perdido, sem saber para onde ir ou o que fazer, nunca te esqueças de olhar à tua volta. Se o fizeres com atenção, vais sempre acabar por encontrar essa luz. No fundo, ela não passa da razão que te faz sorrir, naquela que faz a vida valer a pena.

No post de hoje vou partilhar uma história especial e que apenas aconteceu há poucas horas. Nas minhas metas para 2018, já vos tinha contado que ia começar a frequentar um curso de jornalismo na City University (em breve vou partilhar a minha experiência...).Nesta formação, todas as semanas temos uma temática que discutimos e a da última sessão foi... blogues.

Após algumas breves considerações da professora, ela acabou por fazer a pergunta inevitável. "Alguém na turma tem um blogue?", perguntou. Nervosamente, acabei por levantar o braço. Já sabia o que vinha a seguir. Nos próximos minutos ia ser bombardeado com várias perguntas. No entanto, algo inesperado aconteceu...

Assim que comecei a falar sobre o Um Mar de Recordações, um orgulho tão grande cresceu em mim. O discurso surgiu com naturalidade e de forma tão apaixonada. Uma vez mais confirmei o quão bom é poder ter um sítio onde posso partilhar um pouco de mim em cada palavra. Rapidamente percebi que tinha encontrado a minha luz. Portanto, só posso dizer obrigado por me darem o carinho e o incentivo para nunca desistir e continuar nesta aventura.

17895822_RM8Iu.png

 

 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Os meus desejos para 2018...

O início de um novo ano é o momento perfeito para começar a criar algumas metas, uma espécie de lista de objectivos para os próximos doze meses. Nesse sentido, decidi partilhar com vocês qual vão ser as minhas principais batalhas para 2018. Como vão ver sou alguém bastante ambicioso nos meus desejos e que pretende fazer um pouco de tudo. Caso consiga concluir grande parte destes pontos, posso desde já considerar que este ia ser um ano muito acima da média. Além disso, este também é um momento muito especial, pois esta altura marca a data do sétimo aniversário do Um Mar de Recordações. Uma caminhada longa e que me deixa extremamente orgulhoso!    

 

1. Livro - Provavelmente esta deve ser a minha grande meta, quero muito que 2018 seja o ano em que publico o meu segundo livro. Depois d' A Analogia da Morte, estou extremamente focado em dar-lhe um irmão mais novo. O manuscrito aproxima-se da sua conclusão e espero em breve dar-vos boas notícias! 

2. Viajar - Eu adoro viajar, sou completamente apaixonado por conhecer novos lugares, novas culturas. Neste momento estou a viver em Londres, a cidade perfeita para poder visitar novos lugares. Nesse sentido, quero pelo menos conhecer um novo país este ano! Falta só decidir qual...

3. Curso - No final de Janeiro vou começar um curso de jornalismo na City University, em Londres. Naturalmente que uma das minhas grandes apostas vai ser uma boa performance durante estes meses, pois esta pode vir a ser a chave para abrir uma porta que ambiciono...

4. Trabalho - Este ponto está intimamente ligado com o anterior. A meta aqui é simples: voltar a trabalhar em jornalismo. Vou continuar a investir na formação para que tenha nova oportunidade de voltar a trabalhar no meu emprego de sonho. Sou um teimoso por natureza, eu sei! 

5. Ler - Nos últimos tempos não tenho lido tanto como desejava, portanto quero organizar melhor o meu tempo livre para que possa ler mais e melhor. Desde que estou a viver no Reino Unido tenho lido, quase exclusivamente, livros em inglês. Para mim, tem sido a melhor forma para ir aperfeiçoando o meu vocabulário britânico. 

6. Desporto - Desde que fui viver no estrangeiro que alguns dos meus hábitos tiveram de ser alterados. Sempre gostei de fazer desporto, é algo que me faz sentir bem e em 2017 não encontrei tempo para me focar tanto como desejava. Isso é algo que pretendo alterar ao longo destes meses. 

7. Meia-maratona - Este objectivo vêm de encontro com o último. Algo que tenho imensas saudades de fazer é correr uma meia-maratona, portanto caso esteja preparado fisicamente não vou perder a oportunidade de me voltar a desafiar. Espero solenemente estar pronto para que a meio do ano consiga concretizar este desejo! 

8. Organização - Provavelmente o ponto nuclear de toda esta lista, preciso de organizar o tempo da melhor forma. Nesse sentido, vou ter de criar prioridades para conseguir tornar os dias o mais produtivos possíveis. É caminho andado para que tudo esteja mais perto de ser atingido... 

9. Confiança - Algo que quero em 2018 é acreditar mais em mim, naquilo que consigo e posso fazer. Sair de 2018 com uma confiança renovada será uma das minhas grandes vitórias. Vai ser uma luta diária, mas com esforço e dedicação tudo vai correr bem...

10. Blogue - Dar mais atenção a este espaço é vital e eu vou esforçar-me para que este novo ano traga muitas partilhas. Vou trazer uma maior assiduidade ao Um Mar de Recordações com mais capítulos sobre a minha aventura em Londres e outros devaneios.  

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

A minha nova aventura no mundo literário - Do Mosto à Palavra!

Como acabar o ano de 2017 da melhor forma possível? Com uma boa surpresa, pois claro! Hoje vou partilhar com vocês uma grande novidade que me deixa bastante feliz e motivado, a publicação do meu conto na colectânea 'Do Mosto à Palavra | Vol. I'. No fundo, mais um importante passo na minha aventura literária! 

Primeiro, uma curta contextualização. Em Maio deste ano participei na primeira edição do Prémio Literário Do Mosto à Palavra, um concurso organizado pela Chiado Editora em parceria com a Hall Paxis e o Monte Novo e Figueirinha. O desafio passava por escrever um texto ou poema que envolvesse a região do Alentejo. Meti mãos à obra e escrevi um texto na categoria de prosa. Apesar de não ter saído vencedor deste concurso, a editora contactou-me umas semanas depois com o desejo de eternizar as minhas palavras numa publicação que reunia uma selecção dos melhores textos recebidos nesta iniciativa. É assim que nasce o 'Do Mosto à Palavra | Vol. I'!

Com o título "Uma rotina quebrada...", a minha participação nesta colectânea pode ler-se entre as páginas 401 e 403. O texto conta a história do jovem Francisco Caeiro, um pastor nascido em Viana do Alentejo. Este rapaz vive numa constante rotina diária, mas naquele dia decide arriscar em fazer algo diferente. Será que isso valeu a pena? É essa a questão basilar deste conto! 

mosto.jpg

Caso tenhas ficado interssado/a em adquirir esta colectânea, podes encomendar através deste link!

 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Capítulo 8 - Uma aventura no Winter Wonderland

Dezembro 2016... Este é um mês que traz à capital britânica uma aura especial. Sente-se o Natal a cada passo, as ruas são mergulhadas de uma cor e animação muito característica. É impossível não ficar maravilhado com todas as decorações! Além disso, tudo isto é acompanhado por uma banda sonora exuberante. Há, de facto, uma alegria contagiante! De certa forma, Londres ganha um pouco mais de magia nesta época natalícia.

IMG_20171209_163951_resized_20171211_061310218.jpg

Um dos locais mais especiais para visitar nesta altura é o Winter Wonderland. Entre o final de Novembro e o principio de Janeiro, o Hyde Park recebe, desde 2007, aquele que é um dos maiores eventos natalícios a nível mundial. Por lá, é possível encontrar mais de 100 atracções (entre as quais uma roda gigante), espectáculos ao vivo, artesanato, mas também muita e boa gastronomia.

IMG_20171209_164953_resized_20171211_061301888.jpg

O Winter Wonderland acaba por ser uma espécie de ponto de encontro para ver amigos, é daqueles lugares obrigatórios a visitar. É mesmo imperdível! Começa, de certo modo, a ficar enraizado na cultura britânica. A primeira vez que fui a este evento fiquei totalmente impressionado com a quantidade de pessoas que se junta no mesmo lugar, são milhares que passam por lá diariamente. Mesmo apesar dos preços serem pouco convidativos, passam-se horas bastante divertidas. É lugar com um carisma especial que parece atrair momentos fantásticos e inesquecíveis.

IMG_20171204_204113_resized_20171211_061321371.jpg

Pessoalmente, achei que o Winter Wonderland é mesmo um espaço incrível, repleto de uma dinâmica alegre e entusiasmante. Confesso que perdi-me num mundo diferente com um ambiente especial. Acabou por ser uma espécie de viagem ao passado, por lá encontrei um pouco da minha infância. E esse é um tesouro incrível! Para minha surpresa, saí do Hyde Park com a certeza de ter ganho uma tradição natalícia...

IMG_20171204_210159_resized_20171211_061318842.jpg

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Capítulo 7 - Se eu só pudesse ir a um lugar em Londres ia...

Novembro 2016... Londres é uma cidade repleta de lugares especiais, de cantinhos cheios de vida. É tão fácil perdermo-nos nesta montanha-russa de momentos. Não devo surpreender ninguém ao dizer que isso me cativa, este imprevisto do destino em que pouca coisa é possível de prever. Neste momento, os meus olhos percorrem uma rua movimentada e vejo uma inexplicável calma, até mesmo numa cidade intensa é capaz de haver espaço para (alguma) serenidade. 

De facto, há cidades que têm algo especial, uma aura diferente que é tão característica que se sente em cada rua. Um amigo há uns tempos fez-me provavelmente uma das perguntas mais complicadas sobre esta cidade. "Se só pudesses ir a um lugar de Londres qual é que seria?". Confesso que precisei de algum tempo para poder responder à questão. "Provavelmente, Camden Town...", respondi com algumas reticências.

Só passado uns dias é que voltei a pensar na resposta que tinha dado. Acabei a sorrir segundos depois. Para mim, Camden Town acaba por ser o lugar que melhor caracteriza esta cidade britânica. Multi-cultural, multi-social, no fundo um lugar muito especial. No coração londrino é um refúgio que inspira a cada passo que é dado. Visualmente apelativo, é incrível a forma fácil como se mergulha no seu panorama artístico e arquitectónico. 

Provavelmente, o lugar mais conhecido é mesmo o seu mercado, um dos lugares obrigatórios de visitar a quem vem visitar Londres. Um dos lugares mais movimentados, onde há boa comida e lojas fantásticas. Há de tudo e quando digo tudo, digo mesmo TUDO. De certo modo é até algo complicado de classificar ou descrever. É mesmo preciso estar lá, viver por uns minutos toda a intensidade que se vive por todo o lado. 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||