Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Miguel, então o que está a dar? (2)

Aqui está a segunda edição desta nova rubrica aqui no Um Mar de Recordações, um espaço onde vos deixo mensalmente alguns dos meus vídeos no meu canal no Youtube. Todas as semanas coloco vários vídeos, portanto vale a pena espreitar. Quero aproveitar também para agradecer o vosso apoio e carinho, pois graças à vossa importante ajuda já cheguei aos 100 subscritores! Portanto, continuem a carregar no botão "subscrever" e a meter gostos nos vídeos pois ajuda imenso na divulgação para que possa chegar a um maior número de pessoas possíveis. Hoje vou partilhar com vocês três vídeos com temas completamente diferentes. Portanto boas visualizações, espero que gostem! 

 

Uma viagem à nostalgia, onde aponto os melhores vilões de Dragon Ball. Em paralelo, estou a fazer análises de todos os episódios da nova série - Dragon Ball Super. 

Um resumo da primeira jornada do campeonato português, ronda em que  os grandes venceram os seus jogos. Neste vídeo podes ver a minha opinião sobre todos os encontros que se realizaram na estreia da liga nacional.

Por último, mas não menos importante a minha análise a uma teória que está a ficar cada vez mais viral na Internet - a possível identidade do Joker. Se estás curiosa, tens mesmo que espreitar este vídeo!

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

Benfica contra Sporting: quem ganha a Supertaça?

O grande derby está a chegar e já não se fala em outra coisa, é um tema quase obrigatório em qualquer parte do país. O Benfica e o Sporting vão disputar a Supertaça Cândido Oliveira no Estádio do Algarve, em Faro. A partida vai ser no domingo às 20h45 com transmissão em directo na RTP1. Este que será a primeira partida que Jorge Jesus vai enfrentar a sua antiga equipa, algo que certamente vai apimentar este clássico do futebol português. 

As duas equipas encontram-se em estados anímicos completamente diferentes. Os leões partem com a confiança reforçada depois de uma boa pré-época e um forte investimento na qualidade da equipa, enquanto as águias ainda vivem na depressão de um final de ciclo. De destacar que o Benfica ainda não venceu um encontro nos 90 minutos nesta pré-temporada. Será bastante interessante ver como cada uma das equipas vai gerir o jogo. Numa primeira instância, o Sporting parece partir com ligeira vantagem, mas os prognósticos no desporto são sempre complexos de prever...

De referir que a Supertaça é o primeiro trófeu da época, um jogo disputado pelo campeão nacional e o vencedor da taça de Portugal. A última vez que estas duas equipas se defrontaram nesta competição foi no longíquo ano de 1987, na altura os leões acabaram por levar o trófeu para casa. 

 Quem acham que vai ganhar a Supertaça? Qual pensam ser o jogador determinante nesta partida? Como é que Jorge Jesus vai ser recebido pelos adeptos do Benfica?

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

"Os Grandes Portugueses" (12) - Carlos Lopes

Nome: CARLOS Alberto de Sousa LOPES

Data e Local de Nascimento: VildeMoinhos (Viseu), 18 de Fevereiro de 1947

Profissão que se notabilizou: Atletismo

 

Feitos importantes:

  • De origens modestas, Carlos Lopes começou a trabalhar como servente de pedreiro com apenas onze anos para ajudar a sua família. Foi ainda empregado de mercearia, relojoeiro e contínuo. Quando em adolescente o clube de futebol da terra o recusou por ser demasiado magro, decidiu envergar por outro desporto – o atletismo.
  • Aos dezasseis anos compete na sua primeira prova oficial numa corrida de São Silvestre em que fica no segundo lugar, mesmo competindo com atletas mais experientes. Pouco tempo depois, ganha o campeonato distrital de Viseu de crosse e fica em terceiro no Campeonato Nacional de Corta-mato para juniores. Com esse resultado qualifica-se para o Cross das Nações em Rabat (Marrocos), onde é o melhor português (25.º lugar).
  • Em 1967, vai para Lisboa para trabalhar como serralheiro, mas acaba recrutado para equipa de atletismo do Sporting.  É lá que encontra o treinador da sua vida Mário Moniz Pereira, mentor de várias gerações de atletas portugueses. Treina duas vezes por dia em sintonia com outros trabalhos. Em 1976, ganha pela primeira vez o Campeonato do Mundo de Corta-mato, que se realizou em Chepstown (País de Gales). Voltaria a vencer esta competição por mais duas vezes em Nova Iorque (1984) e em Lisboa (1985).
  • Nos Jogos Olímpicos de 1976, em Montreal (Canadá), conquista uma medalha de prata nos 10 000 metros, sendo apenas batido pelo finlandês Lasse Viren. Era a primeira medalha olímpica para Portugal no atletismo. Em Los Angeles (1984) torna-se o primeiro português a ser medalhado com o ouro nos Jogos Olímpicos! Com 37 anos, vence a mítica Maratona com um recorde olímpico (2h9m21s) que apenas seria batido em Pequim (2008).
  • Carlos Lopes torna-se o atleta mais velho a vencer uma Maratona, algo que até foi mencionado na icónica série Simpsons (ver aqui), apesar de erradamente terem dito que ele tinha 38 anos. Em 1984, Carlos Lopes foi condecorado pelo então Primeiro Ministro Mário Soares, com a Medalha de Honra de Mérito Desportivo, o Colar de Mérito Desportivo e a Grã-Cruz da Ordem do Infante. Em 2013, Carlos Lopes foi nomeado director do departamento de atletismo do Sporting Clube de Portugal.

Consideram Carlos Lopes um dos maiores atletas portugueses? Qual pensam ter sido o momento mais marcante da sua carreira?

Sporting: o declínio do leão

A derrota (1-2) de quarta-feira frente ao Benfica na meia-final da Taça da Liga foi a machadada final num Sporting que teve uma época para esquecer. O clube de Alvalade não conseguiu evitar repetir o recorde negativo de oito jogos seguidos sem ganhar e saí desta época sem qualquer troféu. A crise desportiva e directiva no reino do leão está para durar…

Uma temporada em branco não é nenhum drama, mas esta está tido contornos de um filme de terror. No campeonato, os 33 pontos conquistados pela equipa verde e branca colocam o clube mais perto do último classificado (19 pontos) que do primeiro (26 pontos). A luta deixou de ser pelo título, agora é para ficar em terceiro lugar, posição que também está ameaçada. 

A mudança de paradigma demonstra que a equipa perdeu estofo competitivo e está descrente. Pudera… Os eternos rivais FC Porto e Benfica lutam num campeonato diferente. Quanto ao Sporting, resta-lhe o último lugar do pódio, que coincide com o registo desapontante obtido durante esta época em jogos oficiais (20 vitórias, 8 empates e 12 derrotas).  

Ao longo da temporada, o clube de Alvalade foi perdendo vários activos importantes (João Moutinho, Liedson e Miguel Veloso) e não encontrou forma de substituí-los com qualidade. Hildebrand, Torsiglieri, Maniche e Tales são apostas falhadas, demasiados erros num clube que sofre de problemas económicos. Para além disso, a aposta na formação está longe de colmatar todas as necessidades de uma equipa que luta para ser campeã.

Aliás, é fácil encontrar vários sectores em que o Sporting está fraco, o difícil é mesmo encontrar uma posição em que a equipa esteja forte. Rui Patrício e Hélder Postiga são os elementos do actual plantel que têm conseguido protagonizar exibições mais positivas. A restante equipa sofre uma intermitência entre o bom, o mau e o paupérrimo. Mas não é só de jogadores que a equipa está órfã, desde a saída de Paulo Bento que falta um líder, um treinador com qualidade. José Couceiro, Paulo Sérgio e Carlos Carvalhal nunca poderiam ser técnicos de uma equipa como o Sporting.

A demissão de José Eduardo Bettencourt e a saída de Costinha agravaram a instabilidade de um grupo de trabalho desmotivado. Nem as eleições para apurar um novo presidente são pacíficas com um sem número de candidatos a lutarem por um lugar…Quem vencer, tem a tarefa de voltar a trazer glória ao reino do leão, algo que à partida parece de elevadíssimo nível de dificuldade. O certo é que este momento devia ser de união e cada vez mais observa-se uma desagregação da massa associativa, a espiral de derrotas lançou um afastamento entre o clube e os adeptos perigoso, que deve ser atenuado o mais rápido possível.    

Apesar de todos os ‘grandes’ terem os seus momentos de crise, o Sporting já não ganha um campeonato há 9 anos e caso não haja uma (grande) revolução no clube os anos vão continuar a passar e o rugido do leão irá enfraquecer…

 

 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||