Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

Um momento de glória…

Na teimosia do momento, aquele jovem decidiu partir numa louca aventura. Correr uma maratona! Era alguém incapaz de desistir de um desafio. Sofria de uma teimosia crónica, até porque os objectivos serviam para ser ultrapassados. E esse dia tinha finalmente chegado, aquela era a hora de cumprir aquele ambicioso desejo!

42 km era a meta, uma distância que se tornou a sua obsessão , o seu grande objectivo. Assim que ouviu o disparo da partida, começou a dar tudo o que tinha. O desejo era fazer essa distância sem parar em nenhum momento, o tempo não era importante. Chegar a meta, isso sim era indispensável. O verdadeiro desafio. Corria como se aquele fosse o último dia da sua vida. 

Estava na melhor forma física possível, estava preparado para aquela luta constante. Naquele cordão humano impressionante, numa manhã solarenga esse jovem continuava com aquele ritmo louco, como que a querer provar alguma coisa a si próprio. Na verdade, queria afastar todos os seus fantasmas. Nada o podia parar! No meio de milhares pessoas, vivia uma sensação arrebatadora de poder estar a viver aquele momento. Vivia numa luta impressionante para ultrapassar cada quilómetro. 

Estava numa missão: correr até à meta. Resistiu às barreiras que apareceram, de facto nunca parou de lutar. Depois de duas horas de muito esforço e dedicação, a meta finalmente chegou. Uma felicidade invadiu-o um sentimento de dever cumprido. Apesar das dificuldades, atingiu este pequeno objectivo e soube tão bem fazer isso. Por vezes, a teimosia é a melhor das companheiras…

 

 
 

Segue-me em:

Sapo || Facebook || Twitter || Instagram || Youtube || Bloglovin' ||

41 comentários

Comentar post

Pág. 1/5