Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

10.Fev.14

Uma caminhada constante

Nas ruas da Invicta, um homem avançava vagarosamente num passo arrastado e em esforço. A idade já dificultava os movimentos daquele homem de 71 anos, mas nada abrandava a sua força e perseverança . Por mais de uma vez teve parar para recuperar o fôlego , mas retomava a marcha pouco tempo depois. Não vacilava na vontade de chegar ao seu destino.

Era uma noite fria de Inverno, mas não havia que quebrasse a força do seu espírito. Confiava que aquele esforço valia sempre a pena. Tinha um objectivo e não ia desistir. Essa palavra não pertencia ao seu dicionário, já tinha enfrentado obstáculos maiores do que uma noite gelada. Apesar dos seus movimentos inseguros, a sua determinação era enorme.

Artur Pinto era um homem elegante vestido com um luxuoso fato com um corte requintado. Era um homem orgulhoso e com uma vida longa. Depois de uma longa caminhada tinha enfim chegado ao Parque Urbano da Pasteleira. O velho homem já via o seu banco. Fazia aquilo há 30 anos, não falhava um dia. A esperança do seu grande amor voltar mantinha-se viva naqueles olhos cansados. Ela prometera voltar aquele local, mas nunca o fez. Naquele lugar fantasiava com uma vida a dois que nunca tinham tido. 

Aquele passeio era o fazia ter força para continuar a lutar. Esperara uma vida inteira por aquele amor, portanto que mal faria se o continuasse a fazer? Não tinha dúvidas que aquele era o amor da sua vida. Toda a sua experiência fê-lo ver que a única coisa que importava na sua vida era aquele sentimento. O resto era dispensável. Continuava disposto a viver aquela paixão atroz! Sentou-se extenuado naquele banco de madeira e esperou…

Vou colocar a decisão do final deste texto a vocês leitores. Portanto, vocês decidem e eu escrevo. No final da votação a opção que tiver mais votos dará a continuação da história. Acho que isso é um óptimo desafio para todos e cria mais interactividade . Espero que gostem da ideia e participem!  
Como queres que a história continue?
  
pollcode.com free polls 
05.Fev.14

Quatro anos de intenso amor

Amor, uma palavra tão curta para tudo aquilo que sinto por ti! Apenas quatro letras para resumir todo este sentimento e a intensidade com que o faço torna esta palavra demasiado pequena. É estranho como já passou tanto tempo desde que estamos juntos… Cada dia que passa agradeço a casualidade que nos juntou. Foi há quatro anos que nos tornamos um só para lutar contra todos os obstáculos. Lutamos contra a lógica, assumimos o risco. Agora, quando olho para trás não consigo conter o sorriso de satisfação. Não há nada melhor do que recordar tudo o que já passamos juntos, os bons e os maus momentos que fazem parte da vida. É isso que acontece quando somos companheiro para a vida. Nunca pensei poder ter uma pessoa tão fantásticas como tu a meu lado. Sabes… és tudo aquilo que eu sonhei, o meu verdadeiro porto de abrigo. Por isso, não tenho dúvidas que ainda estão para vir momentos ainda mais marcantes e felizes. Amo-te incondicionalmente!

01.Fev.14

Sala de cinema (28) – Golpada Americana

A par de Gravidade, Golpada Americana com dez nomeações é o filme mais destacado na 86ª edição dos Óscares, cerimónia que vai decorrer a 2 de Março em Los Angeles. A comédia dramática realizada por David O. Russell baseia-se numa operação do FBI (ABSCAM) do final dos anos 1970 e início dos anos 80. Aclamado pela crítica, a longa-metragem já arrecadou cerca de 172 milhões de dólares.

Envolvido num dos escândalos mais impressionantes que abalou os EUA, Golpada Americana é uma ficção sobre a história do brilhante vigarista Irving Rosenfeld (Christian Bale), que em conjunto com a astuta e sedutora Sydney Prosser (Amy Adams) se vê  forçado a trabalhar para Richie DiMaso (Bradley Cooper), um alucinado agente do FBI. DiMaso empurra-os para o mundo vigarista e mafioso de Jersey que tem tanto de perigoso quanto de alucinante. Mas é Rosalyn (Jennifer Lawrence), a imprevisível mulher de Irving, poderá ser aquela a puxar o fio que fará todo este mundo desabar…

Depois de Silver Linings Playbook,  David O. Russell dá-nos mais uma demonstração da sua extraordinária capacidade de criar guiões interessantes e eficazes. Consegue com mestria fazer uma fantástica recriação da época suportada com vários despenhos acima da média (destaque principal para Amy Adams e Jennifer Lawrence). Pessoalmente, é o tipo de filme que me agrada imenso pelos momentos hilariantes que vai permitindo ao longo do enredo. Uma longa-metragem com personalidade que me encheu as medidas, definitivamente um dos melhores do ano! Destaque ainda para o fantástico guarda-fato, aliada a uma banda sonora magistral. É, sem dúvida, daqueles filme a não perder!

Avaliação:{#emotions_dlg.star}{#emotions_dlg.star}{#emotions_dlg.star}{#emotions_dlg.star}

 

O que acharam deste filme? Qual pensam ser o desempenho de Golpada Americana nos Óscares? O trio Russell, Cooper e Lawrence são cada vez mais nomes em ter em linha de conta para o mundo do cinema nos próximos anos?

Pág. 2/2