Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

14.Fev.18

O Um Mar de Recordações além fronteiras...

Miguel Alexandre Pereira
Há sempre uma luz. Quando te sentes perdido, sem saber para onde ir ou o que fazer, nunca te esqueças de olhar à tua volta. Se o fizeres com atenção, vais sempre acabar por encontrar essa luz. No fundo, ela não passa da razão que te faz sorrir, naquela que faz a vida valer a pena.No post de hoje vou partilhar uma história especial e que apenas aconteceu há poucas horas. Nas
11.Jan.18

Os meus desejos para 2018...

Miguel Alexandre Pereira
O início de um novo ano é o momento perfeito para começar a criar algumas metas, uma espécie de lista de objectivos para os próximos doze meses. Nesse sentido, decidi partilhar com vocês qual vão ser as minhas principais batalhas para 2018. Como vão ver sou alguém bastante ambicioso nos meus desejos e que pretende fazer um pouco de tudo. Caso consiga concluir grande parte destes pontos, posso desde já considerar que este ia ser um ano muito acima da média. Além disso, este (...)
19.Fev.17

Capítulo 2 - A viagem até Londres!

Miguel Alexandre Pereira
14 de Setembro de 2016... Esta data para mim vai ficar para sempre marcada como o dia em que abandonei o meu país em busca de um sonho. Foi o começo de uma nova vida com uma página completamente em branco. No fundo, tudo passou a ser uma incerteza, pois não fazia ideia do que ia acontecer nas próximas horas. Por muito que isso fosse desafiador, era em certa parte bastante assustador. Afinal esta era a primeira vez que ia viver fora de casa e isso implementava alguns problemas... D (...)
24.Jan.17

Capítulo 1 - O convite...

Miguel Alexandre Pereira
Algures no Verão... Todas as histórias começam com a primeira página, a introdução ao enredo. No fundo, este é o início de uma caminhada que está quase a celebrar cinco meses...A verdade é que o início do ano de 2016 não estava a ser particularmente feliz para mim. Apesar de estar a trabalhar, encontrava-me longe da minha área (jornalismo) e com poucas expectativas para que isso mudasse num futuro próximo. Sem o desejar, permanecia constantemente angustiado. Na verdade, (...)