Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

24.Jul.18

Ainda se lembram de mim?

Miguel Alexandre Pereira
A vida parece correr a velocidades incompreensíveis, o tempo é um verdadeiro inimigo. Coloca-nos limitações constantes... Passamos a vida de um lado para outro e, muitas vezes, esquecemo-nos de aproveitar os pequenos momentos. As pequenas vitórias. No fundo, as coisas que nos deixam com um verdadeiro sorriso na cara.Não há nada que me faça mais feliz do que brincar com as palavras, divertir-me a escrever sem qualquer restrição temporal. Perder-me em enredos infinitos. De (...)
14.Fev.18

O Um Mar de Recordações além fronteiras...

Miguel Alexandre Pereira
Há sempre uma luz. Quando te sentes perdido, sem saber para onde ir ou o que fazer, nunca te esqueças de olhar à tua volta. Se o fizeres com atenção, vais sempre acabar por encontrar essa luz. No fundo, ela não passa da razão que te faz sorrir, naquela que faz a vida valer a pena.No post de hoje vou partilhar uma história especial e que apenas aconteceu há poucas horas. Nas
11.Jan.18

Os meus desejos para 2018...

Miguel Alexandre Pereira
O início de um novo ano é o momento perfeito para começar a criar algumas metas, uma espécie de lista de objectivos para os próximos doze meses. Nesse sentido, decidi partilhar com vocês qual vão ser as minhas principais batalhas para 2018. Como vão ver sou alguém bastante ambicioso nos meus desejos e que pretende fazer um pouco de tudo. Caso consiga concluir grande parte destes pontos, posso desde já considerar que este ia ser um ano muito acima da média. Além disso, este (...)
31.Jul.17

Capítulo 6 - A pior coisa em Londres...

Miguel Alexandre Pereira
Novembro de 2016... Desde que comecei a contar a minha aventura em Inglaterra no blogue que apenas tenho abordado as coisas boas que Londres me proporcionou até agora. Mas desenganem-se, esta não é a história de uma cidade perfeita. Não, Londres não é de todo uma cidade perfeita. Longe disso. Claro que como em todos os lugares, a capital britânica tem os seus aspectos negativos. Hoje vou falar aquele que mais me atormenta. Provavelmente acho que não vou surpreender ninguém a (...)