Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

03.Jun.14

"Os Grandes Portugueses" (28) – Mário Crespo

Miguel Alexandre Pereira
Nome: MÁRIO CRESPO Data e Local de Nascimento: Coimbra, em 13 de Abril de 1947 Profissão que se notabilizou: Jornalista   Feitos importantes: Natural de Coimbra, passou a sua juventude em Lourenço Marques. Regressa a Portugal, onde se matricula pouco depois em Engenharia, no Instituto Superior Técnico, mas acaba por desistir no primeiro ano. Chamado a cumprir o serviço militar obrigatório, em 1970, foi transferido para Moçambique, numa altura em que o país está em (...)
10.Nov.12

"Os Grandes Portugueses" (16) - José Rodrigues dos Santos

Miguel Alexandre Pereira
Nome: JOSÉ António Afonso RODRIGUES DOS SANTOS Data e Local de Nascimento: Beira (Moçambique), 1 de Abril de 1964 Profissão que se notabilizou: Jornalista e Escritor   Feitos importantes: Nasceu em Moçambique, mas aos nove anos foi viver com a mãe para Lisboa, após a separação dos pais. Devido a dificuldades económicas acaba por ir viver com o pai para Penafiel. No entanto, a difícil adaptação do seu pai a terras lusas motivou a partida para Macau.Em 1980, com apenas 17 (...)
28.Fev.12

"Os Grandes Portugueses" (10) - Judite de Sousa

Miguel Alexandre Pereira
Nome: JUDITE Fernanda de Jesus Rocha e SOUSA Data e Local de Nascimento: 2 de Dezembro de 1960, no Porto Profissão que se notabilizou: Jornalista   Feitos importantes: Licenciou-se em História Faculdade de Letras da Universidade do Porto em 1987, mas começou a trabalhar no jornalismo com apenas 18 anos como repórter da RTP no Porto.Depois de se tornar pivot do Jornal da Tarde é convidada para a redacção de Lisboa em 1991, vindo a notabilizar-se na apresentação (...)
23.Fev.11

Reforço da Informação na TVI

Miguel Alexandre Pereira
Os jornalistas José Alberto Carvalho e Judite de Sousa, duas das caras da informação da RTP, vão reforçar a TVI. Com estas alterações prevê-se uma mudança no jornalismo nacional, pelo menos, na componente televisiva. Acima de tudo, a estação pública perde dois activos essências e precisa de procurar internamente ou externamente substitutos para manter a qualidade que lhe é reconhecida nesse sector. Algo que digamos não é fácil… Estas saídas tem de ser consideradas como (...)