Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

10.Ago.15

Perdição...

Miguel Alexandre Pereira
- Está uma noite amena amor – afirmei, sem esconder um sorriso provocador.- Sim, sabe tão bem ter saído para poder estar aqui – respondeste, fingindo não perceber a mensagem, mas os teus olhos mostravam o contrário. Adoras provocar-me.Saímos do meu carro, deste-me a mão e começamos a caminhar. Apesar de ser Outono, a noite estava inexplicavelmente quente e muito convidativa. Nada podia ser mais perfeito, parece que tudo se tinha enquadrado para correr bem. Enquanto andávamos (...)
29.Jan.15

Mergulhados numa volúpia extrema

Miguel Alexandre Pereira
Os lábios carnudos de Maria Abreu esboçavam um sorriso satisfeito, o seu plano estava a correr como desejava. Conseguira convencer o seu namorado a ir à sede da empresa em que trabalhava com a justificação que se tinha esquecido de um documento importante. Uma pequena dissimulação que ia valer a pena para a concretização de um fetiche antigo… A viagem foi bastante curta, bastaram cinco minutos para que o Skoda Fabia cinzento chegasse a uma das artérias centrais de Lisboa. (...)
17.Jan.15

O plano de aniversário perfeito

Miguel Alexandre Pereira
O relógio da sala marcava as nove horas e a campainha tocou nesse preciso momento. “Pontual como sempre”, pensou satisfeita pelo seu namorado ter chegado. Maria Abreu estava com um vestido azul claro justo ao corpo, naquele dia queria estar o melhor que conseguia. O desejo passava pela perfeição. Hoje marcava o segundo ano de namoro com João Afonso e ela tinha a ideia para uma noite fantástica. Um encontro escaldante. Esboçou um sorriso provocador…Possuía um corpo tonificado, (...)
12.Abr.14

Questões inevitáveis (27) – Direitos das mulheres

Miguel Alexandre Pereira
Nos últimos dias, fiquei completamente chocado ao ler uma notícia que envolvia os direitos das mulheres. No Brasil, um estudo do IPEA (Instituto de Pesquisa Económica Aplicada) revelou que 26% dos brasileiros consideram que as “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”. Inicialmente, o número anunciado até era de 65% mas foi rectificado mais tarde pois o IPEA trocou as percentagens das respostas de duas perguntas.Os resultados do inquérito Tolerância (...)