Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um Mar de Recordações

Um Mar de Recordações

27.Mar.13

A febre da Guerra dos Tronos está de volta

Miguel Alexandre Pereira
As séries fantáticas estão cada vez mais na moda e isso muito se deve ao sucesso de Guerra dos Tronos, a série baseada nos livros A Song of Ice and Fire, escritos por George R. R. Martin. Após o enorme sucesso que atingiu a primeira e segundas temporadas, a terceira vai ter estreia mundial a 31 de Março (em Portugal começa a 8 de Abril através do canal SyFy).  “Quando se joga ao jogo dos tronos, ganha-se ou morre-se. Não existe meio-termo”. Esta deve ser a frase mais (...)
19.Mar.13

Questões inevitáveis (19)

Miguel Alexandre Pereira
Enquanto me encontrei a arrumar o sótão neste último fim-de-semana deparei-me com inúmeras recordações e várias memórias da minha infância Posto isto, o Questões Inevitáveis vai dar ênfase sobre aquela que é uma das melhores fases da nossa vida – a infância. Não existem responsabilidades e o nosso único ‘trabalho’ é arranjar novas formas para nos divertir. É nessa perspectiva que proponho esta nova edição da rubrica. Naturalmente que uma das coisas que mais (...)
14.Fev.13

Hipnose televisiva

Miguel Alexandre Pereira
Desde o seu aparecimento, a utilidade televisão tem motivado muito debate. Afinal a televisão forma ou empobrece o cidadão? Esta é uma dúvida pertinente cada vez mais presente no quotidiano. A aposta na imbecilidade da televisão confirma que pouco se ganha ao ligar este aparelho. A razão para esta afirmação? Simples. Cada vez mais chegam até nos programas única e exclusivamente para aumentar o “share” do canal e que não beneficiam em nada o telespectador. Não se está (...)
19.Ago.12

O fim anunciado da RTP2

Miguel Alexandre Pereira
António Borges, consultor do Governo para as privatizações confirmou nesta quinta-feira a Judite de Sousa, no ‘Jornal das 8’, na TVI, que “provavelmente a RTP2 vai fechar porque é um serviço caro para a audiência que tem”. O anuncio não causa nenhuma surpresa, até porque há muito se esperava esta medida. O mais estranho nisto tudo é ter sido um funcionário do Governo a anunciar os planos para a estação pública… O canal que iniciou as suas emissões a 25 de Dezembro (...)